Febre nos anos 2000, mostramos como estão alguns dos "Colírios Capricho" atualmente

Fizeram a cabeça de muita menina - e meninos.

Para quem viveu muito os anos 2000 irá lembrar dos Colírios da Capricho. Eram rapazes considerados verdadeiros 'ídolos teen' basicamente por serem bonitinhos.

Mas por onde andam atualmente? O que fazem? Reunimos alguns aqui, e você vai notar nessa lista algo que infelizmente era uma realidade naquela época: a falta de diversidade. Embora seja divertido relembrar esse tipo de fenômeno de mídia, é bem evidente que não queremos que algo assim se repita.

O que dizer de Rafael Uccman? Se tornou um mega influenciador, amigo da Anitta e sempre está nos mais badalados eventinhos.

Reprodução

Publicidade

Alguém poderia imaginar Tiago Iorc nas páginas da Capricho como Colírio? Taí a prova. Ele já cantava e se consolidou na carreira.

Carlos Santana esteve na trupe de colírios de 2011. Hoje ele fatura com suas redes sociais e vendendo conteúdo bastante saliente no OnlyFans.

Publicidade

Léo Picon nem precisa de apresentação. Aos 13 anos apareceu na revista e seguiu na vida de influencer.

Quem se lembra de Caíque Nogueira? Ele continua no ramo artístico como ator, diretor e roterista.

Publicidade

Eduardo Surita foi um dos nomes mais famosos da trupe. Atualmente é DJ em festas ao redor do Brasil.

Em 2010, Bruno Anacleto era um dos Colírios Capricho. Hoje ele atua como produtor e diretor em projetos audiovisuais.

Reprodução

Publicidade

Chris Leão alçou a fama em 2011, quando ganhou um concurso de Colírios da Capricho. Hoje atua como músico, Dj e produtor. Além de ser empresário e proprietário de uma loja que vende capas para celular.

Veja também