Como ajudamos o Emicida a fazer um feat com a Ivete Sangalo

Na lista de coisas que aprendi ouvindo “Trevo, Figuinha e Suor na camisa”, está que essa música é o abraço que você precisava para terminar 2020.

“Trevo, Figuinha e Suor na camisa” é a nova música do Emicida com feat de ninguém mais, ninguém menos que Ivete Sangalo. E nós do BuzzFeed Brasil temos participação especial neste feito!

Arquivo pessoal - Da direita pra esquerda: Priscila, Eu, Mayara (abaixada) Emicida e o Guilherme.

Logo após o lançamento, em outubro de 2019, eu e meus então colegas de BuzzFeed Vozes, Priscila Mendes, Guilherme Lucio e a Mayara Efe, tivemos a oportunidade de bater um papo muito da hora com ele, na sede da Lab Fantasma. Foi uma tarde de sexta-feira incrível que fez com que chegássemos a um feat entre EMICIDA X IVETE SANGALO.

Vou contar para você os detalhes e já convido para ouvir a música, porque tem spoiler da letra.

Publicidade

Foram cinco anos entre “Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa…” e o “AmarElo” álbum que conta com grandes participações como Zeca Pagodinho, Pabllo Vittar, Majur, MC Tha, Drik Barbosa e até a Fernanda Montenegro.

Duas músicas saíram de lá são "Eminência Parda" e "AmarElo", mas quando dei play no álbum e começou o “Lá-ia, lá-ia, lá-ia. Lá-ia, lá-ia, lá-ia”, de "Principia", parceiro, o meu corpo todinho ficou arrepiado e eu chorei.

2. Antes de continuar lendo esse texto, você precisa entender que o Emicida sempre me faz chorar. Quando chegou esse convite não foi muito diferente.

arquivo pessoal/Gabriela Ferraz

Seja falando ou cantando, sempre me emociono e lembro quando minhas BuzzMigas Carinne Sandes e Camila Sá me avisaram sobre a entrevista e perguntaram se eu queria participar. Respondi, sem pensar duas vezes, que CLARO! A oportunidade da troca, entrevistá-lo, gravar um vídeo, escrever uma matéria… E a melhor parte: AGORA O CARA VAI SABER QUE EU EXISTO!

Publicidade

3. A conta do SIM ficou alta!

Arquivo pessoal - Conversa com a minha amiga Lud Florencio.

Embora tivéssemos decidido em grupo, no BuzzFeed Vozes, o tema do post e a pauta do vídeo, eu fiquei com receio para estruturar, afinal, o cara é muito inteligente!

Publicidade

4. Um dia antes, colei no salão pra fazer umas tranças e chegar na estica, né?

Arquivo pessoal

“Moça capricha aí que eu vou conhecer o Emicida amanhã!”, rs. Como marquei de última hora, usei o trampo inadiável como justificativa. Aquela noite saí do salão depois das uma da manhã, mas valeu a pena!

O Emicida >>>ELOGIOU<<< as minhas tranças, perguntou se estava doendo, elogiou o lugar que eu fiz e não satisfeito tirou o boné e mostrou as dele também.

5. Nosso encontro foi no dia primeiro de novembro, uma sexta-feira.

Arquivo pessoal - Fotos tiradas para mostrar que eu estava na Lab Fantasma pra minha mãe, mas nunca divulgadas (até agora).

Quando chegamos fomos recebidas pela Aline Constantino, ficamos na recepção por alguns minutos e lá tinham algumas peças da Lab Fantasma. De repente, vem a Drik Barbosa... “MEU DEUS, É A DRIK BARBOSA!”.

Sim, ela estava lá… E, como se não bastasse, parou e falou com a gente. Enquanto nos cumprimentávamos, a voz do cara começou a ecoar dentro da sala.

Publicidade

6. O que eu já imaginava e só confirmou: o Emicida é mais legal que muita gente!

Arquivo pessoal - Eu e o seu camarada Emicida.

Se eu cheguei nervosa, nem me lembrava mais! Enquanto arrumamos os equipamentos, o cara deu uma aula de Leis de Newton, contou sobre sua viagem para o Japão, sua relação e como Wilson das Neves foi importante para a construção do disco e do show "AmarElo".

Desse nosso encontro, aprendi algo muito valioso que vou levar para a minha carreira: quando for encontrar alguém que é da hora, melhor já chegar com o gravador ligado.

7. Mas pera, e a Ivete Sangalo?

Embora o disco que havia acabado de sair era todo sobre calma, já imaginava que o cara tiraria de letra responder 30 perguntas em três minutos. Afinal, Emicida é cria das batalhas de rap. Ele escolheu J.Cole a Kendrick Lamar - isso me assustou!

No entanto, quando estávamos na última pergunta que era “Indique Amarelo para uma pessoa pública”, e ele respondeu Ivete Sangalo, devo ter ficado igual a Moly em "Insecure".

Publicidade

Reprodução / HBO

Publicidade

Quando vi o vídeo de divulgação, fiquei maluca! Era a minha voz ali! Mas quando eu ouvi a música… Com quinze segundos, meu olho começou já começou a encher de água.

9. “O primeiro diploma, a viagem, a porta aberta que se abre!”

Arquivo pessoal

Passou um filminho na minha cabeça, já que fui a primeira a conquistar o diploma lá em casa e quantas portas se abriram depois desse dia aí….

Publicidade

10. “Meu Deus é a patroa!”

Pinterest / Via br.pinterest.com

O refrão, na voz da Ivete, ficou uma obra prima! Ele é bom, fácil de lembrar, e reforça a ideia principal da música: ser leve, tranquila.

11. Essa música te convida a sonhar!

BNews / Via bnews.com.br

O trecho: “Eu sou o sonho dos meus pais, que era sonho dos avós que era sonho dos meus ancestrais. Vitória o sonho dos olhares que nos aguardam nos lares crendo que na volta somos mais!”, me arrepiou todinha!

A música é uma parceria com Natura que entrevistou as consultoras e encontrou algo em comum entre elas: seus sonhos. Por isso, convidou os artistas a fazer uma poesia que tivesse muito a ver com a história deles também.

Publicidade

12. Vou dormir feliz sabendo que colaborei para construção de “Trevo, Figuinha e Suor na Camisa”

Giphy

Essa música foi um respiro para um ano tão turbulento como foi 2020. Então corre pra ouvir! <3

Publicidade