A gente explica as cenas pós-créditos de "Thor: Amor e Trovão"

Senta que lá vem spoiler!

Estreou nos cinemas brasileiros o quarto capítulo solo da saga de Thor no mundo Marvel.

"Thor: Amor e Trovão" tem muitas novidades e mostra alguns caminhos que se abrem para rumos bastante curiosos.

Aqui já falamos de alguns motivos que irão fazer você curtir o filme.

Publicidade

Daqui para baixo a gente explica as cenas pós-creditos, que sempre revelam um pouco do que virá no futuro.

Então vai ter spoiler forte! Agora é por sua conta e risco.

Depois de ser praticamente humilhado por Thor e sua trupe na frente de todos os deuses, Zeus se recupera dos ferimentos. Mas promete vingança e escolhe um de seus filhos para cumprir a missão.

Publicidade

Para quem não se lembra, o filho de Zeus é ninguém menos que Hércules. Sim, o dos doze trabalhos. Na história da Marvel, Thor e Hércules travaram batalhas épicas.

Para o papel de um dos nomes mais conhecidos da mitologia grega, a Marvel escolheu Brett Goldstein, mais conhecido por seu papel de Roy Kent na série"Ted Lasso".

Foto: David M. Benett/Dave Benett/WireImage

Publicidade

Já a outra cena deixou muita gente com olhos marejados no cinema.

Mesmo usando o martelo de Thor por pouco tempo, parece que isso foi o suficiente para tornar Jane Foster uma deusa. Após sua morte nos braços do amado, Jane vai para Valhalla, uma espécie de paraíso onde Deuses vão após morrerem em batalhas.

Getty Images

Lá ela é recepcionada por Heimdall, um dos principais amigos de Thor, que esteve presente nos outros filmes e morreu em "Guerra Infinita".

Publicidade

E por fim, surge um letreiro onde se confirma que Thor terá mais um capítulo à frente.

Ou seja, o contrato de Chris Hemsworth está renovadíssimo!

Veja também