Atendentes da NET são acusados de assediar clientes pelo WhatsApp

"Nós temos todos os dados dos clientes, caso queira me processar, fique à vontade."

A jornalista Ana Prado relatou hoje no Facebook que um atendente da NET a adicionou no WhatsApp logo após ela ter recusado uma oferta da empresa. "Disse que não estava interessada, agradeci e desliguei. Agora o cara me adicionou sem permissão."

Ana tirou print da conversa. "Desculpa, mas fiquei curioso por conta da sua voz." Após a jornalista dizer que o que ele estava fazendo invasivo e pode render processo, o atendente riu.

Publicidade

Depois disse que tem "acesso a todos os dados dos clientes" e se recusou a deletar o número dela.

O atendente pediu desculpas em tom de ironia e ainda desafia Ana a processá-lo pela invasão.

Publicidade

Publicidade

Nos comentários da postagem surgiram outras histórias semelhantes, como a de Rafael, em que um atendente da Net pergunta se ele "assiste pornô".

Facebook: AnanaPrado¬if_t=comment_mention

Publicidade

E ainda diz que pode isentar a TV dele com "o melhor pacote".

Facebook: AnanaPrado¬if_t=comment_mention

A mesma coisa aconteceu com a Bárbara, que também compartilhou um print da conversa com o técnico da NET. "Agora acho que a NET precisa repensar a política de segurança dos dados dos clientes", disse.

Publicidade

Você tem um caso parecido para nos contar? Deixe sua história nos comentários abaixo.

Veja também:

Publicidade

Publicidade