Júpiter em Peixes é o principal trânsito do ano, mas o que isso significa?

O Grande Benéfico passa uma temporada no seu domicílio noturno, e isso pode ser muito bom!

Se você viu qualquer coisa de astrologia para 2022, incluindo essa coluna mesmo ou até o video icônico de um astrólogo na Ana Maria Braga praticamente sugerindo o comunismo (perfeito demais), viu que um dos principais trânsitos desse ano é a presença de Júpiter no signo de Peixes, seu domicílio noturno. E isso pode ser um mega respiro de coisas boas, mas tem alguns pontos de atenção, então bora nessa.

Reprodução

Júpiter é conhecido na Astrologia Tradicional como o Grande Benéfico, um planeta que geralmente traz coisas boas pra todo mundo porque é um planeta de expansão (ao contrário do seu inimigo, Saturno, um planeta de desafios e de disciplina). Júpiter é o Zeus da mitologia grega, o planeta mais importante e, assim como Saturno, é conhecido como um planeta evolucional, que afeta a gente num nível pessoal, na nossa jornada de evolução, mas também nos afeta em níveis coletivos.

Ele marca ciclos de 12 anos muito importantes nas nossas vidas, e o fato dele estar em casa é uma coisa bem maravilhosa. Isso é algo que não acontece desde 2019, e de lá até aqui ele passou por maus bocados, especialmente em 2020, onde esteve em uma das casas de Saturno e, junto com Plutão, acabou por expandir seu altar de destruição e sua sede de poder. E agora ele chega com tudo na sua casinha pisciana.

A chegada do planetão giga em Peixes vem pra expandir tudo que é desse signo. Peixes, o signo de água mutável, é a representação da empatia. Ele vê em várias dimensões, tem a visão em rede que Aquário também tem, mas com a emoção do elemento água.

Reprodução

A racionalidade aquariana dá lugar a algo mais profundo, menos cartesiano e lógico. E isso pode ser bem importante pra gente como um todo, porque vivemos em tempos difíceis, com todo mundo muito centrado em ter razão, na expansão individual. Júpiter em Peixes quer a expansão coletiva, quer reforçar que, tantas vezes, o que é bom pra muitos é também bom pra um só.

Por estarmos numa dupla de anos (2021-2022) de Saturno em Aquário, estamos falando de acordos coletivos sendo revistos. Júpiter em Peixes vem pra dizer que essa revisão de acordos precisa passar por uma empatia maior, por uma escuta maior, precisa partir do macro pra chegar no micro, e não o contrário. Peixes é, também, o signo do sonho, e fazia tempo que a gente não podia sonhar, né? Então o planetão acaba vindo para, também, expandir nossa capacidade de sonhar e poder agir com mais confiança de que as coisas vão dar certo. Se não derem, tudo bem, Peixes não é um signo que sofre por conta disso.

Quem vê tudo isso pode pensar que vai ser o melhor ano da história, mas não é tão por aí também, porque Júpiter vai expandir todas as características de Peixes. Então, temos que ficar alertas para o excesso de fuga das coisas, de vitimismos, do consumo de drogas e medicamentos, de se doar e se sacrificar demais por coisas (e pessoas) que não merecem tamanha doação. E, por Peixes também ser o signo da ilusão, temos que ficar bem alertas em relação a onde estamos pisando, pois é um tempo de areias um pouco movediças num signo que não se move muito bem na razão e na lógica. É, também, um tempo de dualidades, sendo Peixes um signo mutável e especialmente dual. Ora cá, ora lá, precisaremos lembrar que entre o preto e o branco existem 50 tons de cinza que, ainda que se misturem, cada um tem o seu tom.

Júpiter estará em Peixes até maio, depois novamente em outubro até o fim do ano. Vale relembrar pra esse ano dois períodos na sua vida (e no coletivo): maio a julho do ano passado, quando o planeta esteve brevemente ali, e também no ano de 2010, onde o planeta fez seu último ciclo pelo signo dos peixes. O que se expandiu na sua vida? Que ciclos se abriram ou fecharam? Que verdades apareceram? Jupiter é, também, o planeta do conhecimento e da verdade. O quanto a gente se conheceu nessas datas?

Publicidade

Quer saber um pouco de como esse trânsito pode te afetar pelo seu signo? Bora nessa! Se souber, leia o ascendente que tende a dar mais certinho.

Reprodução

Aries: Júpiter em Peixes transita na sua casa do inconsciente. É um momento de estar naquela área escura da sua cabeça, mas não dando bola pras vozes falando bobagem demais, e sim num olhar mais de esperança e até tolerância com você mesmo sobre seus traumas, suas neuras. Visitar e revisitar nosso inconsciente pode dar muito medo, mas porque tendemos a esperar o pior, rever algo que nos dói. Mas será que a pessoa de hoje ainda precisa ter certas coisas escondidas ali? Ou podemos sonhar com coisas melhores e mais leves? Um bom ano pra dividir seus medos, procurar algum tipo de terapia. Deixar fluir.

Touro: o trânsito é bem bom para os círculos sociais das taurianes. A troca em cada ciclo pode ser potente e poderosa, e pessoas chave podem aparecer em novos círculos de amigos. Pode ser também que ao longo deste ano você se reconecte com alguma turma de amigos ou pessoa do passado, e veja com um olhar terno tudo que passou e como chegaram até aqui. Ao mesmo tempo, o trânsito reforça a necessidade de deixar pra trás ciclos que não servem mais, e traz o alerta: cuidado com o que você divide e na confiança que você às vezes deposita em excesso em gente que não merece.

Gêmeos: Júpiter expande toda a mutabilidade sobre a pessoa que você é e como ela é vista, principalmente nos meios de trabalho. Esse trânsito todo pode reforçar a vontade geminiana de estar em tudo, de conhecer tudo, de ter muitas ideias. Isso pode ser maravilhoso em impulsionar algum movimento necessário de carreira, e também para você mostrar que consegue, sim, conhecer muitas coisas e se aventurar em muitas áreas. Mas, sempre aquele cuidado: quem ama todos, não ama ninguém; quem se aventura em tudo, pode acabar travado numa encruzilhada de várias pontas sem ir pra lugar nenhum. Muitos movimentos são possíveis, mas cada próximo passo deve ser avaliado.

Câncer: como já dizia Deborah Blando, vem sentir a era das águas! Júpiter em Peixes ativa sua casa dos grandes conhecimentos, então vai ser um ano de mergulhar nas suas próprias águas, de filosofar, de tentar recuperar um sentido maior nas suas coisas, nas suas escolhas, nas suas parcerias e nos caminhos pra onde você está se direcionando. Liberdade é escolher aquilo a que se prende, não é libertinagem, e isso é importante para esse ano. Olhar bem para o que se prende – pessoas, valores, empregos, casas, sem se prender a lugar nenhum. Às vezes a gente fica ao léu, e é justamente esse elo (que pode parecer uma restrição por vezes) que nos aterra de alguma forma. Aterrados, a gente consegue não olhar só pros lados procurando pra onde ir, mas pra frente e também pra cima. Mergulhar pra dentro nos desejos e voar pra fora nos sonhos.

Leão: Peixes e Leão se enxergam pouco, têm várias estranhezas entre si, não se conhecem tão bem. E daí pode vir um grande potencial. Esse pode ser um ano importante para fechamentos de ciclo pras leonines. Um ano de alerta pro excesso de coisas abertas, sem fechamentos, sem conclusão. Fixas, mortas em si mesmas. Ciclos que não forem fechados por vocês, podem ser fechados para vocês - e isso pode, sim, doer. Mas Peixes é um signo que entende mais que qualquer outro sobre fluxos. Tudo está em movimento, a dor se movimenta e transmuta em outra coisa. O fim de um ciclo nos obriga a procurar novos caminhos em direção a algo diferente. 

Virgem: os opostos se atraem ou se dispõem? Júpiter em Peixes expande sua casa do outro e te coloca em confronto com esse outro. Virgem pode ser um signo bastante territorialista quando se fala de relação com o outro, e talvez esse seja um período bem positivo pra redesenhar esses limites. Nossos limites pessoais não são muros, podem ser refeitos sempre. A parte analítica dessa escolha você já tem, mas agora esse trânsito vai te puxar pra parte emocional, a parte que te irrita porque você não sabe explicar. A parte que eventualmente vai te fazer aceitar e voltar atrás pra certas coisas sem conseguir uma explicação lógica pra isso. Às vezes, é melhor aceitar ou sair fora do que ter razão. E às vezes, a gente precisa ouvir e ficar um tempo quietinha pensando naquilo.

Libra: Peixes e Libra não se enxergam muito bem, e têm em comum uma relação muito profunda com o outro. Mas o trânsito de Júpiter pela sua casa da rotina e da saúde vai acender uma luz em tudo que está te trazendo algum desequilíbrio, aquilo que é quase invisível, pontual, perdido na sua rotina. Ele também te dá a oportunidade de fazer mais por você. Uma boa pedida pra esse ano é colocar as pessoas e situações em outras caixinhas diferentes das que estão hoje. Assim, a gente espera coisas diferentes delas e também age de forma diferente com relação a elas. Peixes pode ampliar a sua noção de que isso é um fluxo. Também, fique de olho e tome cuidado com comportamentos abusivos e viciosos. Cuide da sua saúde, não se exceda no cuidado com o outro.

Escorpião: mergulhar em águas profundas é o que escorpianos conhecem bem, mas Júpiter em Peixes quer movimentar essas águas paradas das profundezas abissais do Escorpião. Ele ativa sua casa da diversão, do sexo, do flerte, e também das crianças. O olhar de ranço do escorpiano é um olhar meio de gente velha, que já não tem saco pra mudar nada porque já acha que sabe tudo. Essa passagem quer puxar de volta o olhar de criança, que olha com inocência, vê muitas possibilidades e vê oportunidades em situações onde, antes, poderíamos apenas ver um beco sem saída. Bora sair desse beco, fazer mais leve o que definitivamente não precisa ser tão pesado. Em várias – váááárias – situações, escorpianes tendem a fixar uma opinião, uma dimensão, um julgamento. Faz igual a Elsa no Frozen 2: monta no seu cavalo de água e navega seus próprios mares. Conheça outros mares em você.

Sagitário: colocar o centauro dentro das águas piscianas pode inicialmente dar uma confundida, já que no marzão os caminhos não são definidos como tantas vezes a sagitariane gosta. Mas seu regente está em boas águas, e é um ano maravilhoso pra investir em conhecer mais e mais. Mas conhecer muito não é necessariamente sobre ter ainda mais razão sobre uma coisa, e sim sobre ter muitos pontos de vista e, quem sabe, mudar o seu próprio. Júpiter vai transitar pela sua casa do lar, dos pontos seguros. Pode ser um ano de reatar relações familiares perdidas, lembrar de palavras e situações de infância, retomar alguns contatos ou casas antigas e ver com os olhos de hoje. Se isso acontecer, é sempre bom se colocar no lugar de cada pessoa que esteve ali nessas situações, tentar entender as motivações por trás. Ao ser confrontado com uma situação ou local familiar, mas de uma forma não familiar, tente olhar de fora pra dentro. Tente o macro primeiro, depois o micro.

Capricórnio: incrivelmente, a cabra fria capricorniana e o emotivo peixe se conversam relativamente bem. Júpiter em Peixes ativa sua casa da comunicação imediata, das pequenas viagens, de tudo que pode ser explorado sem muitos esforços. Às vezes a gente fica se colocando lááá longe, num objetivo ou sonho muito distante. Capris são especialmente bons nisso, em planejar uma coisa muito longe, com muitos passos já pensados até chegar lá. Mas em 2022 a mágica vai vir dos pequenos movimentos, então presta bastante atenção nos primeiros passos, na forma como você se comunica, no tanto que você fala e no tanto que você escuta. Pequenas viagens podem ser bem mais proveitosas pro ano do que viagens grandes. Passos de formiguinha dados nesse ano podem trazer várias maravilhas.

Aquário: o trânsito de Júpiter entra na sua casa de trabalho, de desejos materiais, daquilo que você acumula e desprende sua energia. Ele também expande um pouco mais do que a aquariane, fixa, é acostumada a lidar. Daí você pensa que é o ano que você vai ficar rica. Calma, o Brasil ainda tá na merda esse ano. Mas Peixes é aquela viagem boa, aquele sonho, então talvez seja o ano de conquistar coisas sim, ou de mudar as coisas que você já tem. Trazer o fluxo pra dentro e observar como as coisas fluíram recentemente até você chegar onde está hoje. O cenário é de expansão, então tem muito potencial aí dentro. Um trabalho mais legal, aproveitar chances de uma promoção, fazer investimentos que você vem esperando pra fazer e ainda não teve coragem. 

Peixes: bom, esse trânsito vem pra expandir você, cara peixinha! Tudo de bom (e de ruim, infelizmente) sobre você esse ano pode crescer e se expandir. É um ano pra, realmente, investir em você. Pense lá em 2010, nos seus sonhos, no que você alcançou. Pode ser engraçado, porque os caminhos que a gente percorre muda nossos sonhos, muda o resto do nosso caminho, cria outros caminhos. É sobre ser realmente protagonista das suas coisas, dentro das suas possibilidades. Mas peixinha, nada de fugir e se esconder na sua caverna. A gente sabe que você precisa da sua caverna de tempos em tempos, porque é lá que você se entende. Mas num ano jupiteriano pra você, não passa tempo demais lá não, porque Júpiter vai, com certeza, te puxar pra fora!

Veja também