A síndrome de burnout é real — aqui estão nove coisas que você pode fazer para ajudar a combatê-la

Tudo bem tirar um tempo para si mesmo.

Koya Webb é uma terapeuta de saúde holística e de yoga. E, como estamos em 2019, ela geralmente usa a Alexa para acompanhar seus exercícios e rotinas diárias.

Courtesy of Amazon

"Alexa, me ajuda com a perna aqui um pouquinho que não tô alcançando"

O BuzzFeed teve a oportunidade de conversar com Webb sobre formas simples de ajudar a combater síndrome de burnout:

Caso você não conheça, a síndrome de burnout é, basicamente, o estresse e os ideais extremos relacionados aos trabalho que resultam em exaustão, apatia e incapacidade de lidar com as coisas.

Publicidade

1. Medite ou apenas respire por 10 minutos.

Crystal Ro / BuzzFeed

"Comece o dia com a meditação. Se você nunca meditou, experimente apenas respirar conscientemente por 10 minutos. Se parecer tempo demais, tente por 5 minutos e conforme se acostumar nos próximos dias aumente o tempo. Mas faça sem pressa."

2. Beba água de manhã.

Crystal Ro / BuzzFeed

"A hidratação é muito importante, não precisa nem dizer, né? Muitas vezes, acabamos acumulando toxinas no corpo que potencializam o estresse. Há metais pesados no nosso organismo, por isso, é importante beber água para se hidratar e desintoxicar o corpo."

Publicidade

3. Também é importante se exercitar pela manhã.

Crystal Ro / BuzzFeed

"Yoga, dança ou boxe, não importa – movimente seu corpo de manhã de alguma forma. Ao se exercitar de manhã, seu corpo vai liberar endorfinas e você vai se sentir bem no restante do dia. Isso também vai aumentar o seu fluxo sanguíneo e ajudar a reduzir a ansiedade."

4. Tome um café da manhã saudável.

Crystal Ro / BuzzFeed

"Açaí, uma vitamina, frutas, qualquer coisa leve. Não tem problema comer algo mais pesado, mas não todos os dias."

Publicidade

5. Coma pelo menos 5 porções de frutas, legumes ou verduras todos os dias.

Crystal Ro / Buzzfeed

"Bata uma vitamina, coma frutas picadas ou faça uma salada. Muita gente deixa de se alimentar bem por causa da correria diária. Porém, esses alimentos têm todos os antioxidantes e nutrientes essenciais que precisamos para ficarmos felizes e animados."

6. Faça alongamentos para a cabeça, pescoço e os ombros.

Crystal Ro / BuzzFeed

"Se estiver sentado na sua mesa do escritório, faça movimentos circulares com os ombros e mexa a cabeça de um lado para o outro."

Publicidade

7. Conecte-se com a natureza durante o almoço, nem que seja por meia hora.

Crystal Ro / BuzzFeed

"Algumas pessoas mal fazem hora de almoço e trabalham direto. Não faça isso. Tire um tempo para si mesmo. Saia de casa e entre em contato com a natureza. Se estiver em uma cidade, saia e olhe para o céu. Se o seu prédio tiver terraço, admire a vista da cidade. Tire um momento para se desconectar do seu celular e do seu computador. Cuide de você primeiro, assim, você sempre terá energia para cuidar dos outros. Seu trabalho vai continuar lá, não importa o que você faça."

8. Ouça músicas divertidas.

Crystal Ro / Buzzfeed

"Essa é uma ótima forma de levantar os ânimos em um dia ruim. Ouça seu artista favorito e aproveite o momento. Mesmo que você tenha que ir para um lugar onde ninguém veja você. Ouça a música e divirta-se com ela."

Publicidade

9. E, finalmente, converse com seus amigos e familiares à noite.

Crystal Ro / BuzzFeed

"Depois de um dia cheio, é importante ter um tempinho para ligar para as pessoas e interagir com seus amigos. Não fale sobre o trabalho, deixe-o para lá. (A menos que você precise desabafar sobre algo, claro.) Vá ao cinema, saia para dançar ou faça qualquer outra coisa que te deixe mais feliz. E isso vale para os dias úteis também, não só fins de semana!"

Este post foi traduzido do inglês.

Publicidade

Veja também

Este post é perfeito para quem quer se distrair por uns 15 minutos

Escrito por Luiz Guilherme Moura • há 2 anos

7 aspectos do Transtorno de Personalidade Borderline e como eu vivo com eles

Escrito por Priscila Mendes • há 2 anos

10 coisas que pessoas LGBTI+ podem fazer pela própria saúde mental

Escrito por Priscila Mendes • há 2 anos

Como os millennials se tornaram a geração do esgotamento

Escrito por Anne Helen Petersen • há 3 anos

14 perguntas e respostas sobre terapia e saúde mental

Escrito por Davi Rocha • há 3 anos

A Netflix voltou a falar de suicídio adolescente em “The Politician”, com críticas de especialistas em saúde mental

Escrito por Krystie Lee Yandoli • há 2 anos

Veja também