A Kátia Abreu passou o trator em cima do Ernesto Araújo na CPI da Covid

E gerou muitos sentimentos confusos na internet.

Na manhã desta terça-feira (18), o ex-chanceler Ernesto Araújo deu início ao seu depoimento na CPI da Covid. Ele foi convocado para dar explicações sobre o caos diplomático causado pelo governo brasileiro em toda a pandemia.

TV Senado

Entre muitas contradições, Ernesto Araújo afirmou que a relação entre Brasil e China na pandemia está sendo "madura e construtiva" e que ele nunca havia tomado atitudes que podem ser consideradas "antichinesas". Vale lembrar que o ex-chanceler e ex-ministro já escreveu um artigo onde chamava o coronavírus de "comunavírus", e que por diversas vezes os integrantes do governo, junto com o presidente, culparam a China pela pandemia. Na semana passada, inclusive, Jair Bolsonaro disse que o vírus foi criado em laboratório pelos chineses.

Publicidade

No Congresso as coisas estavam meio mornas até então, com Ernesto Araújo gaguejando e tentando fugir das perguntas. Mas a coisa começou a ficar interessante quando a senadora Kátia finalmente chegou pra jogar fogo ̶n̶a̶ ̶f̶l̶o̶r̶e̶s̶t̶a̶ no parquinho.

TV Senado
TV Senado

Ela abriu sua fala dizendo que a CPI existe "para descobrir quem são os responsáveis pelas mais de 437 mil mortes causadas pela Covid-19 no Brasil". A senadora ainda afirmou que a economia do país "faliu ainda mais por conta de uma pandemia prolongada e mal administrada".

Publicidade

Com sangue nos olhos, Kátia disse que tem a impressão de que há dois Ernestos: aquele que se apresenta na CPI da Covid e o que aparece nas redes sociais dizendo coisas totalmente diferentes. Ela ainda se disse confusa em relação a qual personalidade do ex-chanceler ela estava conversando naquele momento.

Reprodução

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Veja também