A Julia foi assediada no ar enquanto cobria a Copa e não deixou barato

Repórter da Globo estava se preparando para gravar quando um cara tentou beijá-la – e ela respondeu.

A Julia Guimarães, repórter da Globo, estava se preparando para gravar uma matéria em frente ao estádio onde ia rolar Japão e Senegal esta manhã.

Publicidade

Foi aí que ela notou um cara aparecendo no canto da cena.

E rapidamente deu um "olé".

Publicidade

O transeunte não conseguiu encostar em Julia, que já virou falando:

Ela respondeu ao cara em inglês. Apesar de cortarem o microfone dela, dá para ouvir.

Ela aponta o microfone para ele e continua.

Publicidade

E se vê forçada a explicar o que parece óbvio, mas muitos homens ainda não entederam.

O cara pede desculpas várias vezes, mas não volta para ouvir a bronca.

Julia prossegue.

Publicidade

E conclui falando por muitas mulheres que, no susto ou na surpresa, não puderam falar isso na hora em que passaram por algo parecido.

Ela olha de volta para a câmera bem aborrecida.

Mas a gente ficou muito feliz de ver você falar isso, Julia. Valeu.

Publicidade

E depois continuou fazendo o que ela faz melhor: comentando e reportando sobre futebol.

Publicidade

Veja também