7 coisas legais para você experimentar em setembro

Porque nós testamos e aprovamos!

Aqui no BuzzFeed Brasil estamos sempre testando produtos e ideias que melhorem nossos dias, então resolvemos dividir algumas indicações do que curtimos com vocês.

Produtos que cada um adquiriu com o próprio dinheiro.

1. Ampola de tratamento Elseve Óleo Extraordinário Nutrição Intensa – R$ 7

Susana Cristalli

Há pouco tempo mudei a cor de cabelo, e assim depois de muitos anos sendo ruiva de farmácia passei para um castanho com mechas mais claras. Não foi um processo simples, levou mais de cinco horas no salão e, obviamente, os fios sentiram o baque da descoloração. Eu, que às vezes nem condicionador usava, comecei a experimentar várias máscaras e tratamentos para melhorar a situação. Este foi um achado por três motivos: o resultado, o preço e o tempo de pausa. Você passa depois do condicionador (não vai deixar o cabelo oleoso!) e deixa só 60 segundos. Os resultados foram visíveis e também senti o cabelo mais macio, com um pouco mais de movimento. Como meu comprimento é um pouco abaixo do ombro e os fios são bem fininhos, uma ampola deu para três usos. Vou seguir intercalando com outros tratamentos, mas com certeza vou repetir a compra! – Susana Cristalli

2. Geleia Queensberry Cheesecake de Frutas Vermelhas – em média R$ 16

Juliana Kataoka

Eis que na minha última visita ao mercado, eu me deparei com a Geleia do Ano! Como uma verdadeira geleialouka, eu fui OBRIGADA a colocar esse item na cestinha porque se tem um produto que eu preciso experimentar é a geleia que foi escolhida como o MELHOR SABOR do ANO. Por quem? Onde? Por que não me chamaram pra ajudar a escolher?

Até o conceito de sabor dela é um negócio meio intrigante: como assim sabor "Cheesecake de Frutas Vermelhas"? Será que ela tem gosto de bolacha triturada com manteiga? De cream cheese?

Colocando a geleia a teste, meu veredito foi de é uma geleia de frutas vermelhas mais "aguada", tipo aquela mistura que colocam por cima do cheesecake. Provavelmente foi daí que eles vieram com o nome!

No mais, sigo aceitando recomendações de geleias do ano! – Juliana Kataoka

3. Escova de cabelo Flex Hair Ricca – R$ 23

Luísa Pessoa

Eu já tinha ouvido falar de algumas escovas desse tipo caríssimas, mas sempre tive dó de gastar dinheiro nisso. Então, neste mês, estava em uma perfurmaria quando vi esta versão da Ricca e resolvi dar uma chance. A promessa é que a escova desembaraça sem puxar nem quebrar os fios. Realmente, quando estou escovando não dói nada e depois não preciso mais lidar com os famigerados nós. Olha, o formato anatômico seria para ajudar a segurar, mas já escapou umas três vezes da minha mão desde que comprei. Mas tudo bem, ela resistiu! – Luísa Pessoa

4. Shampoo anticaspa Doctar – R$ 65

Victor Nascimento

Já testei de um tudo contra caspa, pois sofro desse mal há anos – das opções mais caras até as receitas mais caseiras. Fui ao dermato e ele me indicou esta opção, que foi a que mais me agradou até agora – menos o preço que, como todo shampoo medicinal, é caro. Mas ele atuou no meu couro cabeludo já na primeira aplicação sem deixar o cabelo ultra ressecado, e eu ainda adorei a sensação de frescor que ele dá. Consulte um dermatologista para saber se este pode ser o seu caso também. – Victor Nascimento

Produtos enviados como cortesia pelas empresas, mas o BuzzFeed não tem nenhuma obrigação de escrever sobre eles, muito menos falar bem.

5. Protetor labial Nivea Amora Shine – R$ 16

Flora Paul

Para tirar esta foto eu apenas abri a minha bolsa e tirei todas as opções de hidratantes labiais e similares que estavam nela no dia de hoje. Sim, eram seis opções (a latinha é uma, o item extra na foto é um espelhinho). Ou seja, é seguro dizer que eu tenho interesse neste tipo de produto.

O último item a se juntar à gangue foi o Nivea Amora Shine, um hidratante labial que tem um cheirinho gostoso de bala que dá muita vontade de comer (porém não coma!), hidrata bastante a boca e ainda confere uma corzinha sutil e muito da bonita, mas que não é forte o suficiente para você se preocupar se está contornando o lábio certinho. Exatamente por isso ele virou minha opção número 1! – Flora Paul

Atividades que colocamos em prática em nossas rotinas e outras recomendações que achamos interessantes.

6. Fazer um suco verde turbinado com própolis.

Victor Nascimento

A sugestão de tomar um suco verde toda manhã veio de dois profissionais diferentes e por motivos também diferentes.

Primeiro foi a nutricionista. Ela sugeriu um sucão verde de manhã para substituir coisas que eu comia no café, como pão e iogurte. A receita pode variar, mas eu faço com couve, limão, gengibre e maçã-verde. Passei a tomar diariamente e isso diminuiu meu consumo de cafeína, regulou meu intestino e me deu sustento pela manhã.

Depois, um outro médico sugeriu incluir 10 gotas de extrato de própolis alcoólico para ajudar na minha imunidade, já que eu vivo com uma gripe aqui e acolá. Recomendo demais! – Victor Nascimento

7. Trocar o desodorante comum por um orgânico, de cristal de sal.

Flora Paul

Tenho uma amiga que é muito consciente sobre o lixo que produzimos e vem me fazendo pensar mais a respeito disso. Foi ela que me apresentou os desodorantes de cristal de sal (Thaise, amiga, você é imbatível!).

A estimativa é que o desodorante de cristal de sal dure um ano e, para efeito comparativo, o "normal" que eu usava durava uns três meses – ou seja, com este eu já reduzo o descarte de três embalagens, que mesmo recicladas gastam energia e recursos do nosso planeta.

A experiência de usar é diferente: você tem que umedecer o cristal e passar na pele. Uma dica é passar assim que você sai do banho, antes de se secar. Ele não tem perfume algum, por isso no primeiro dia estranhei. Mas fiquei cheirando mal? Não! A verdade é que só estava acostumada com os produtos cheios de fragrância. De resto, ele cumpre super bem sua função e depois de quase um mês não tem nem sinais de uso, ou seja, vai durar mesmo.

Jogando no Google você encontra opções dos mais diferentes preços – o meu eu comprei durante uma viagem e convertendo o câmbio não foi nem R$ 20. – Flora Paul