5 perrengues do dia dos namorados pra agradecer estar solteiro

(em um mundo sem pandemia, claro)

1. Arrumar restaurante

Pessoas em um restaurante lotado
Pessoas em um restaurante lotado

Daria Sannikova / Pexels

Encontrar um lugar bom pra comer no dia 12 de junho é um calvário, né? Se não fizer reserva com muita antecedência, vira missão impossível. Nada melhor do que não precisar ficar com fome em fila por horas.

2. Acertar em presente

Um homem e uma mulher em meio à presentes e embrulhos
Um homem e uma mulher em meio à presentes e embrulhos

EKATERINA BOLOVTSOVA / Pexels

Estar solteiro é economizar horas e horas tentando encontrar o presente perfeito. E mesmo depois de tanto pensar, ainda há o risco de errar. Ou pior: você acertar, mas mozão errar e você ficar no prejuízo.

Publicidade

3. Viagem furada

Um homem na estrada com uma mala
Um homem na estrada com uma mala

Pixabay / Pexels

Petrópolis, Gramado, Monte Verde... Todos parecem ótimos destinos até você se dar conta que todo mundo teve a mesma ideia. Pagar caro pra não conseguir aproveitar a viagem porque tudo está lotado: melhor não.

4. Post cafona nas redes

Casal se beijando enquanto tira uma selfie
Casal se beijando enquanto tira uma selfie

Ketut Subiyanto / Pexels

Não basta se declarar na intimidade pro mozão: tem que tornar público, com requintes de exposição desconfortável pra quem te segue. O pior é ter que apagar tudo se daqui a um tempo o namoro acabar. Esse risco você não corre.

Publicidade

5. Fila de motel

Fila de pessoas na rua
Fila de pessoas na rua

freestocks.org / Pexels

Há limites até pra perrengue e fila em motel com certeza ultrapassa esse limite. Mas vai por mim: muita gente vai passar por isso em nome de uma noite especial. Pois especial mesmo é dormir na sua caminha sossegado, sem perrengue.

Veja também