5 mitos e verdades que você precisa saber antes de viajar durante a epidemia de coronavírus

Tá faltando papel higiênico: mito ou verdade?

Estamos cientes que o surto de coronavírus (COVID-19) pode afetar suas decisões de viajar ou de sair em sua cidade. Não esperamos que visitem os lugares que estamos compartilhando em nosso conteúdo agora, mas esperamos que os verão como distrações divertidas, inspiradoras ou que valham a pena guardar para um passeio no futuro. Se você tiver uma viagem próxima marcada, confira os Centros de Controle e Prevenção de Doenças para conselhos e atualizações: https://coronavirus.saude.gov.br/

Termos como coronavírus e Covid-19 já são parte das manchetes dos sites, jornais e figurinhas nos grupos de WhatsApp.

A coisa é séria, sim: eventos mundiais estão sendo cancelados ou adiados, e na noite de ontem, após o decreto da Organização Mundial da Saúde atualizando o surto da doença para um quadro de pandemia, os EUA anunciaram a suspensão das viagens da Europa para o país pelo prazo de um mês.

Então você já deve estar cogitando cancelar suas viagens e a estocar mantimentos em casa. Mas calma, não vamos entrar em pânico! A Nati Soares, viajante profissional e blogueira à frente do site SundayCooks, selecionou para nós alguns mitos e verdades sobre o coronavírus e as viagens:

Publicidade

1. Mito: troque o álcool gel por vinagre.

via GIPHY

O uso do vinagre não é indicado como forma de higienização das nossas mãos. Aproveite apenas para temperar bem sua salada. Ao viajar, não esqueça: além de lavar as mãos constantemente, o álcool gel é seu melhor amigo.

2. Meia verdade: fique trancado em casa ou no hotel.

via GIPHY

Manter ambientes arejados e bem ventilados também é uma forma de evitar a proliferação de alguns vírus de doenças respiratórias. Ou seja, ao dividir um quarto no hostel, por exemplo, tente manter uma janela aberta. Muitos destinos turísticos como Paris e Washington DC estão recomendando que a população evite locais com grandes aglomerações ou eventos públicos. Isso vale para a nossa rotina diária também: como o mais importante nesse momento é evitar o aumento do risco de contágio, é bom se manter longe de aglomerações.

Publicidade

3. Meia verdade: as atrações turísticas na Europa estão fechadas.

via GIPHY

Infelizmente, muitas atrações na Europa estão controlando o fluxo de acessos de seus visitantes. O Museu do Louvre, em Paris, decretou essa semana que apenas visitantes que compraram o ingresso online com antecedência podem ter acesso às suas dependências. E a Itália, onde já são mais de 600 mortes relacionadas ao vírus, tem várias cidades turísticas como Veneza fechadas para visitantes, além de determinar o fechamento temporário de todo comércio e escolas.

4. Verdade: está faltando papel-higiênico na Inglaterra e na Austrália.

via GIPHY

Os supermercados em algumas cidades da Inglaterra e da Austrália estão precisando reforçar o estoque no setor de... papel-higiênico. Isso mesmo! O pessoal anda querendo estocar esse item indispensável da nossa lista de compras.

Publicidade

5. Mito: para me proteger durante as férias, basta comprar um seguro de viagem.

via GIPHY

As seguradoras que operam no Brasil não são obrigadas a cobrir doenças causadas por surtos, epidemias ou pandemias. Chamados de “riscos excluídos”, esses casos podem não ser contemplados na sua apólice. A OMS acabou de declarar o coronavirus como pandemia, então confira a cobertura do seu seguro de viagem se você pretende manter ou trocar seus planos de férias.

Publicidade

Veja também