31 mulheres notáveis que mudaram o mundo

Mulheres sobre as quais deveríamos ter aprendido na escola.

1. Susan B. Anthony, do movimento pelo sufrágio feminino.

Graphicaartis / Getty Images

Além de sua defesa pelo sufrágio (o direito de votar) das mulheres, Susan também lutou pela abolição da escravidão e pelos direitos trabalhistas das mulheres.

2. Clara Barton, enfermeira da Guerra Civil dos EUA e fundadora da Cruz Vermelha Americana.

Smith Collection / Getty Images

Clara desempenhou um papel fundamental durante a Guerra Civil Americana em hospitais operacionais nas linhas de frente do Estado da Virgínia.

Em 1881, ela montou a Cruz Vermelha Americana, que continua operando e fornecendo ajuda humanitária em diversas partes do mundo.

Publicidade

3. Harriet Tubman, abolicionista americana e espiã do Exército da União durante a Guerra Civil Americana.

Historical / Getty Images

Harriet, que tinha sido ela mesma escravizada e fugido, ajudou centenas de escravizados a escaparem dos Estados do Sul dos EUA por meio da Underground Railroad [rede de rotas clandestinas que auxiliavam a fuga de pessoas escravizadas no sul dos EUA].

Ela esteve ao lado das tropas da União durante a Guerra Civil e participou de missões de espionagem assumindo grande risco pessoal.

4. Sojourner Truth, abolicionista e defensora dos direitos das mulheres.

Underwood Archives / Getty Images

Sojourner Truth escapou da escravidão com sua filha em 1826.

Em 1828, foi à Justiça para recuperar seu filho e venceu. Foi a primeira mulher negra a conseguir tal vitória sobre um homem branco.

Ela se tornou uma defensora dos direitos civis e dos direitos das mulheres até a sua morte, em 1883.

Publicidade

5. Mary Edwards Walker, a única mulher na história dos EUA a ser premiada com a Medalha de Honra.

Library Of Congress / Getty Images

Após a eclosão da Guerra Civil Americana, Mary se ofereceu para ajudar o Exército da União, servindo como cirurgiã em um posto militar em Washington, DC. No entanto, ela foi capturada pelo Exército Confederado em abril de 1864 e tornou-se prisioneira de guerra até sua libertação, em outubro do mesmo ano.

Durante seu período como prisioneira de guerra, Mary desobedeceu repetidamente as ordens para usar roupas mais "femininas".

6. Marie Curie, a primeira mulher a receber um Prêmio Nobel (duas vezes!)

Bettmann / Bettmann Archive

Em 1903, Curie recebeu um Prêmio Nobel de Física por seu trabalho com a radioatividade e, em 1911, recebeu um segundo Prêmio Nobel de Química por seu estudo dos elementos polônio e rádio.

Publicidade

7. Edith Wharton, a primeira mulher a receber o Prêmio Pulitzer de Literatura.

Culture Club / Getty Images

A designer e escritora americana foi premiada com o Prêmio Pulitzer de Literatura de 1921 pelo romance "A Época da Inocência".

8. Dorothy Levitt, pioneira em automobilismo.

Heritage Images / Getty Images

Em 1906, ela quebrou o recorde mundial feminino de velocidade, chegando a 154 km/h com seu carro.

Publicidade

9. Helen Keller, autora, ativista e a primeira pessoa surda e cega a conquistar um diploma universitário nos EUA.

Bettmann / Bettmann Archive

Helen defendia os direitos das pessoas com deficiências, o sufrágio das mulheres e os direitos reprodutivos.

10. Sarah Breedlove, a primeira empreendedora a se tornar milionária nos EUA.

Smith Collection / Getty Images

Depois de desenvolver uma linha de produtos de beleza voltados a mulheres negras, Sarah estabeleceu-se como uma empreendedora poderosa e um ícone da inovação.

Publicidade

11. Jeannette Rankin, a primeira mulher a ocupar um cargo político nacional nos Estados Unidos.

AP

Jeannette foi eleita para a Câmara dos Representantes dos EUA em 1916 e em 1940. Ela também desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento da 19ª Emenda Constitucional, que concedeu direitos de voto às americanas.

12. Amelia Earhart, a primeira a voar sozinha pelo Atlântico.

Getty Images

Amelia completou a jornada recorde – dos EUA para a Irlanda – em quase 15 horas.

No entanto, durante uma tentativa de voar ao redor do mundo em 1937, seu avião desapareceu misteriosamente sobre o Oceano Pacífico sem deixar rasto.

Publicidade

13. Margaret Sanger, ativista dos direitos reprodutivos que popularizou o termo "controle de natalidade" e lançou as bases para o Planned Parenthood [organização sem fins lucrativos voltada à saúde reprodutiva e educação sexual nos EUA].

Bettmann / Bettmann Archive

A foto acima, de 17 de abril de 1929, mostra Margaret com a boca coberta em protesto pela proibição que sofreu de falar sobre controle de natalidade em Boston (EUA).

Na ocasião, Margaret ficou em silêncio no palco em frente às 800 pessoas presentes enquanto o professor de Harvard Arthur M. Schlesinger lia o discurso que ela havia preparado.

14. Annie Oakley, atiradora prodígio e ícone americano.

/ AP

De 1885 a 1902, Annie se apresentou como atiradora de exposição no Buffalo Bill's Wild West Show, chegando ao estrelato internacional.

Publicidade

15. Jane Addams, primeira americana a receber o Prêmio Nobel da Paz.

AP photo

Por suas contribuições à reforma habitacional, ao sufrágio feminino e ao trabalho social, Jane recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1931.

16. Margaret Bourke-White, a primeira americana correspondente de guerra.

Time Life Pictures / Getty Images

Durante a Segunda Guerra Mundial, Margaret foi a primeira mulher a ter acesso às zonas de combate e foi a única fotojornalista que estava em Moscou durante a invasão das forças nazistas.

Em 1936, seu trabalho apareceu na primeira capa da revista Life.

Publicidade

17. Gwendolyn Brooks, primeira mulher negra a receber o Prêmio Pulitzer de Poesia.

Bettmann / Bettmann Archive

Em 1950, aos 32 anos, Gwendolyn recebeu o Prêmio Pulitzer de Poesia pelo texto Annie Allen.

18. Rosa Parks, ativista e ícone dos direitos civis americanos.

Universalimagesgroup / Getty Images

Acima, Rosa em foto tirada em 1 de dezembro de 1955, após ser detida por se recusar a ceder seu assento para um passageiro branco em um ônibus em Montgomery, Alabama.

A ação tornou-se um marco na luta pelos direitos civis americanos.

Publicidade

19. Elizabeth Eckford, uma das primeiras estudantes negras a frequentar uma escola secundária sem segregação em Little Rock, Arkansas (EUA).

Bettmann / Bettmann Archive

Em 1957, Eckford foi um dos nove alunos cuja integração na Central High School de Little Rock foi ordenada por um tribunal federal após ação legal da NAACP (Associação Nacional para o Progresso de Pessoas Negras).

Nesta foto, do seu primeiro dia de aula, Elizabeth ignora os gritos hostis e olhares de outros estudantes em sua caminhada para a classe.

20. Shirley Chisholm, a primeira mulher negra eleita para a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos.

Bettmann / Bettmann Archive

Em 1968, Shirley Chisholm derrotou James Farmer para se tornar a primeira mulher afro-americana eleita para o Congresso.

Publicidade

21. Valentina Tereshkova, a primeira mulher a viajar para o Espaço.

Keystone-france / Getty Images

Em 16 de junho de 1963, Valentina partiu da Terra no VOSTOK 6 e orbitou o planeta 48 vezes durante um período de 70 horas.

22. Indira Gandhi, a primeira e única mulher a ocupar o cargo de premiê da Índia até hoje.

Bettmann / Bettmann Archive

Em 1966, Indira se tornou a primeira e única mulher a se tornar premiê na Índia.

Ela foi eleita primeira-ministra novamente em 1980, antes de ser assassinada por dois de seus guarda-costas, em 1984.

Publicidade

23. Barbara Jordan, a primeira mulher negra do Sul dos EUA eleita para a Câmara dos Representantes.

Keystone / Getty Images

Nesta foto de julho de 1974, a deputada Barbara é vista no Comitê Judiciário da Câmara durante uma audiência sobre o impeachment do presidente Richard Nixon em Washington, DC.

24. Junko Tabei, a primeira mulher a escalar o Monte Everest.

Anonymous / ASSOCIATED PRESS

A montanhista japonesa foi a primeira mulher a chegar ao cume do monte

Everest, em 16 de maio de 1975.

Publicidade

25. Maya Lin, artista, designer e arquiteta do Memorial do Vietnã.

The Washington Post / Getty Images

Nesta foto de 13 de novembro de 1982, Maya Lin, então com apenas 23 anos, posa em frente ao Memorial do Vietnã. Maya tinha 21 anos e ainda cursava a faculdade quando ganhou uma competição pública para projetar o memorial de guerra.

26. Sally Ride, a primeira americana a ir para o Espaço.

Apic / Getty Images

Aos 32 anos, em 1983, Sally Ride viajou como membro da tripulação do ônibus espacial Challenger.

Publicidade

27. Margaret Thatcher, a primeira mulher a ocupar o cargo de premiê do Reino Unido.

Jockel Fink / AP

Ela ficou no posto de 1979 até 1990, se tornando a pessoa que por mais tempo ocupou esse cargo,

28. Mae C. Jemison, engenheira, médica e a primeira mulher negra a orbitar a Terra.

AP

Nesta foto de setembro de 1992, Jemison está a bordo do ônibus espacial Endeavor como a especialista da missão científica e usa uma fita em torno da cabeça e outros dispositivos de monitoramento para uma série de avaliações fisiológicas.

Publicidade

29. Madeleine Albright, a primeira mulher a ocupar o cargo de Secretária de Estado dos EUA.

Jon Levy / AFP / Getty Images

30. General Ann E. Dunwoody, a primeira mulher a atingir o posto de general de quatro estrelas nos EUA.

Susan Walsh / ASSOCIATED PRESS

Em 2008, a general Dunwoody do Exército dos EUA tornou-se a primeira mulher a atingir o posto de general de quatro estrelas no país.

Publicidade

31. Hillary Clinton, a primeira mulher a ser indicada para a Presidência por um dos principais partidos políticos dos EUA (2016).

David Mcnew / Getty Images

A ex-primeira-dama fez história nos EUA em 28 de julho de 2016, aceitando formalmente a indicação do Partido Democrata para concorrer à Presidência dos Estados Unidos.

Veja também:

Hannah Gadsby fez uma crítica poderosa aos homens que querem definir o que é misoginia

Escrito por Scott Bryan • há 3 anos

Você conseguiria arranjar um marido (em 1958)?

Escrito por Andy Golder • há 3 anos

Quem as celebridades contratam quando são acusadas de assédio sexual

Escrito por Michael Blackmon • há 3 anos

É possível um balé que não prejudique as mulheres?

Escrito por Ellen O'Connell Whittet • há 3 anos

22 histórias que mostram o absurdo real do mom-shaming

Escrito por Asia McLain • há 3 anos

Publicidade

A tradução deste post (original em inglês) foi editada por Luísa Pessoa.

Veja também