28 fatos que mostram que o Oscar também está a anos-luz da igualdade entre homens e mulheres

Greta Gerwig é a quinta mulher em 90 anos de prêmio a ser indicada por Melhor Direção.

BuzzShe

1– Depois de oito anos uma mulher é indicada novamente ao prêmio de Melhor Direção: Greta Gerwig, por "Lady Bird: A Hora de Voar".

2 – Ela é a quinta mulher em 90 anos de prêmio a ser indicada nessa categoria.

3 – A primeira e (por enquanto) única mulher a ganhar o Oscar por Melhor Direção foi Kathryn Bigelow por “Guerra ao Terror”, em 2010 (na foto abaixo).

Mario Anzuoni / Reuters

Publicidade

4 – Isso foi na 82º edição da premiação, ou seja: foram 81 anos antes de uma mulher ganhar na categoria.

5 – A primeira diretora a ser indicada a Melhor Direção foi a italiana Lina Wertmüller por "Pasqualino Sete Belezas" em 1977.

6 – Depois foram indicadas Jane Campion, em 1993, por "O Piano" (na foto abaixo); Sofia Coppola, em 2003, por "Encontros e Desencontros" (nenhuma ganhou) e, finalmente, Kathryn Bigelow.

Divulgação

Publicidade

7 – E em toda a história do Oscar houve apenas 13 indicados a Melhor Filme dirigidos por mulheres. Só um ganhou (o mesmo "Guerra ao Terror").

8 – São eles:

"Filhos do Silêncio" de Randa Haines em 1987

"Tempo de Despertar" de Penny Marshall em 1991

"O Príncipe das Marés" de Barbra Streisand em 1992

"O Piano" de Jane Campion em 1994

"Encontros e Desencontros" de Sofia Coppola em 2004

"Pequena Miss Sunshine" de Valerie Faris e Jonathan Dayton em 2007

"Guerra ao Terror" de Kathryn Bigelow e "Educação" de Lone Scherfig, os dois em 2010

"Minhas Mães e Meu Pai" de Lisa Cholodenko e "Inverno da Alma" de Debra Granik, os dois em 2011

"A Hora mais Escura" de Kathryn Bigelow novamente em 2013

"Selma – Uma Luta pela Igualdade" de Ava DuVernay em 2015

"Lady Bird: Hora de Voar" de Greta Gerwig em 2018 (na foto abaixo).

Divulgação

Publicidade

9 – Este ano também há diretoras cujos filmes concorrem em outras categorias.

10 – A francesa Agnès Varda está concorrendo ao seu primeiro Oscar aos 89 anos por Melhor Documentário, com "Visages, Villages".

11 – A húngara Ildikó Enyedi dirigiu "De Corpo e Alma", concorrendo a Melhor Filme Estrangeiro (na foto abaixo).

12 – Dorota Kobiela dirigiu "Com Amor, Van Gogh" e Nora Twomney dirigiu "The Breadwinner", ambos concorrendo a Melhor Filme de Animação.

Divulgação

Publicidade

13 – Desde 2013 a presidente da Academia – a associação que entrega o Oscar – é a profissional de Relações Públicas Cheryl Boone-Isaacs, uma mulher negra (na foto abaixo).

14 – Ela é a terceira mulher a ocupar este cargo.

15 – Antes dela vieram a roteirista Fay Kanin, que presidiu de 1979 a 1983, e a atriz Bette Davis, que foi eleita em 1941.

16 – Bette Davis, que além de tudo é um ícone do cinema, ficou só dois meses no cargo antes de pedir demissão. Ela se pronunciou dizendo que claramente tinha posto ela ali como elemento figurativo.

Divulgação / Via oscars.org

Publicidade

17 – Este ano também temos a primeira mulher na história do prêmio a ser indicada na categoria de Melhor Direção de Fotografia. É a Rachel Morrison, por "Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi".

18 – E na categoria de Melhor Roteiro Adaptado temos a primeira indicação para uma mulher negra: Dee Rees, também por "Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi".

Steve Dietl / Divulgacão / BuzzFeed Brasil

Rachel Morrison e Dee Rees

Publicidade

19 – Em 2015, Patricia Arquette ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por "Boyhood" e aproveitou seu discurso para falar sobre igualdade salarial entre homens e mulheres.

20 – Mais tarde, ela declarou que perdeu papéis por conta do seu pronunciamento.

Mike Blake / Reuters

Publicidade

21 – A mais jovem indicada a um Oscar foi Quvenzhané Wallis, em 2013, que tinha 6 anos quando filmou “Bestas do Sul Selvagem”.

22 – Mas a mais jovem vencedora foi Tatum O’Neill, em 1973, por “Lua de Papel”.

23 – Como atriz, Meryl Streep está chegando a VINTE-E-UMA nomeações este ano.

24 – Ela ganhou três vezes: em 1979 por "Kramer versus Kramer", em 1982 por "A Escolha de Sofia" e em 2011 por "A Dama de Ferro".

Christopher Polk / Getty Images

Publicidade

25 – Fernanda Montenegro é a única mulher brasileira já nomeada. Ela concorreu ao prêmio de Melhor Atriz em 1999, por "Central do Brasil".

26 – Marlee Matlin foi a primeira e única mulher surda a ganhar um Oscar, em 1987 por “Os Filhos do Silêncio”.

27 – Em 1999, Cate Blanchett e Judi Dench disputaram o Oscar pelo mesmo papel em filmes diferentes – o da Rainha Elizabeth I. A primeira em "Elizabeth" e a segunda em "Shakespeare Apaixonado".

28 – Viola Davis é a única mulher negra a já ter ganho um Oscar, um Emmy (o Oscar da televisão) e um Tony (o Oscar do teatro).

Frazer Harrison / Getty Images

Publicidade

Veja também:

Publicidade

Publicidade

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

Veja também