27 coisas que aprendemos ao entrevistar Noah Centineo, de "Para Todos os Garotos que Já Amei"

O ator abriu seu coração para nós.

1. Qual celebridade é o seu sósia?

Mark Ruffalo.

2. Qual foi o seu encontro mais louco com fãs?

Na verdade, aconteceu nesta viagem a Nova York. Aterrissei no aeroporto JFK e tinha postado algo dizendo que estava vindo para cá. Quando cheguei ao JFK, havia quatro pessoas me esperando... somente por causa do meu stories no Instagram.

Publicidade


3. Qual é o emoji que você mais usa?

O emoji com cara de nerd usando óculos! Acho que é porque às vezes sou desajeitado e é uma maneira fofa de dizer: "Sou meio esquisito, tá?"

4. Algo bobo que te deixa irritado?

Odeio quando abro a porta para alguém e a pessoa coloca a mão na frente do corpo, como se eu fosse dar com a porta na cara dela quando estivesse passando.

Taylor Miller/BuzzFeed

Publicidade

5. Primeira celebridade por quem teve um crush?

Cameron Diaz.

6. Qual foi a última coisa que você pesquisou no Google?

Procurei uma citação do filme "Siberia", com Keanu Reeves, antes de chegar aqui. Eu acabei de tuitar também — é a seguinte: "A paciência é como o ar em uma sala fechada, não importa com o quanto você começa, eventualmente vai acabar." O vilão em "Siberia" diz isso.

Publicidade

7. Sua comida favorita do dia a dia?

Taco Bell. Eu pego um burrito de 5 camadas de carne, Cheesy Gordita Crunch, dois tacos macios e quesadillas de queijo.

8. Qual é o seu fundo de tela atual do celular?

É um sinal de "play", como no YouTube quando a tela está preta e você tem que apertar o botão "play". As pessoas não ficam olhando para isso. Na verdade, eu o coloquei depois que saí de um relacionamento, porque eu ficava olhando para o fundo de tela do meu telefone e pensando na garota, ou pensando em como eu não estava com ela, e eu simplesmente mudei para algo que eu não ficasse olhando. E não olho. Eu nem sequer penso no fundo de tela do meu telefone agora, então ele cumpriu seu trabalho.

Taylor Miller/BuzzFeed

Publicidade

9. Qual país você gostaria de visitar nas férias?

Cuba!

10. Falando em Cuba, você está no clipe da música "Havana", de Camila Cabello! Você pode falar sobre como isso aconteceu?

Foi incrível. Recebi um telefonema do meu agente quando estava no set de "Os Fosters - Família Adotiva", e ele disse: "Ei, cara, temos uma oportunidade para você trabalhar em um clipe. Mas não tenho certeza se você vai querer". E eu disse: "Bem, quem é o artista?". Ele: "Camila Cabello". E eu: "O QUÊ?! Meu Deus! Qual a música?", e ele: "'Havana'". E eu: "Cara, você não vai acreditar. Minha irmã acabou de me mostrar essa música há uma semana. Sim, sim, sim, mil vezes sim! Eu topo."

11. Então, como foi trabalhar com a Camila?

Ela é a pessoa mais gentil, doce e energizada que eu já conheci. E nos divertimos muito. Nós dançamos, rimos, conversamos e nos conhecemos. Foi uma experiência maravilhosa.

Publicidade

12. Como ela o escolheu para o projeto?

Não sei. Honestamente não sei. Eu cheguei a perguntar: "Por que você me escolheu para isso?" E ela disse: "Não sei. Eles me mostraram algumas fotos de opções, e você parecia a pessoa certa." Foi incrível. Puro acaso.

Taylor Miller/BuzzFeed

Publicidade

13. Qual a sua música do verão?

"This Is America", de Childish Gambino. Esse cara é um gênio. Essa ou "Icon", de Jaden Smith.

14. Há algum papel que as pessoas ficariam surpresas ao saber que você fez o teste para ele?

Eu fiz o teste para o papel principal em "A Barraca do Beijo", que saiu na Netflix. Na verdade, fiz os testes para praticamente tudo que saiu lá recentemente — muitos atores têm feito isso.

15. Você não está em um, mas em dois filmes da Netflix: "Para Todos os Garotos que Já Amei" e "Sierra Burgess é uma Loser". Como isso aconteceu?

O interessante é que eles foram vendidos para a Netflix depois que os filmamos. Então eles não eram da Netflix no começo — a Netflix os adquiriu depois. É um lugar incrível, e tenho a sorte de poder estar lá porque, quando eles lançam algo, isso se torna global. Não há espera. Todo mundo pode ver. Eles têm mais de 125 milhões de assinantes em 190 países, e isso é uma vantagem incrível. Tenho muita sorte de fazer parte da equipe.

Publicidade

16. Qual a sua lembrança favorita de trabalhar em "Para Todos os Garotos que Já Amei"?

Lana [Condor] é um amor, e o fato de eu ter trabalhado com ela é demais — ela e Israel [Broussard]. Eu conheço Israel há seis anos. Então poder trabalhar com os dois foi um grande prazer. Nós simplesmente passávamos várias noites na hidromassagem conversando e nos conhecendo, e isso que era ótimo, desenvolver uma química natural e uma amizade com os dois tarde da noite depois de filmarmos.

Taylor Miller/BuzzFeed

Publicidade

17. A premissa do filme é sobre paixões secretas se tornando não tão secretas. Alguma coisa assim já aconteceu com você?

Não, não como no filme. Acho que sempre fui bem honesto por quem estive apaixonado ou nunca contei para a pessoa até o momento certo de chegar e dizer: "Ei, eu gosto de você há anos."

18. O livro tem duas sequências — você gostaria de estar nelas, se forem produzidas?

Com certeza. Se houver uma maneira de fazer isso acontecer, vamos lá.

19. Certo, agora compartilhe uma lembrança favorita das gravações de "Sierra Burgess".

Para falar a verdade, é a mesma de "Para Todos os Garotos que Já Amei", o tempo que passei com Shannon, RJ e Kristine. O simples fato de conhecê-los como pessoa e me entreter com eles. Minha parte favorita da minha carreira é poder conhecer pessoas e me conectar com elas.

20. Você interpreta um atleta em ambos os filmes. Sua experiência no ensino médio foi assim também?

Eu joguei futebol no time júnior da escola — então, meio que sim. Mas eu nunca fui a estrela.

Taylor Miller/BuzzFeed

Publicidade

21. Como você se sente ao continuar recebendo papéis de "galã adolescente"?

Eu adoro. Eu sou bem romântico e sentimental, então esse é o meu sonho.

22. Qual a coisa mais romântica que você já fez?

Eu diria que uma das coisas mais românticas que já fiz foi ter levado uma namorada de volta para sua cidade-natal, à qual ela não voltava havia anos. Isso foi em Porto Rico, e ficamos lá por cerca de uma semana e meia. Ela me mostrou os diferentes lugares por onde ela cresceu por lá.

23. E a coisa mais romântica que já aconteceu com você?

Eu fui colocado em uma espécie de "caça ao tesouro" no Dia dos Namorados para ir atrás do lugar em que nos conhecemos, do lugar em que nos apaixonamos, do lugar em que isso aconteceu, do lugar em que aquilo aconteceu — isso levou quatro horas. Foi o presente mais romântico e incrível de todos.

Taylor Miller/BuzzFeed

Publicidade

24. Qual é o seu filme favorito da Netflix além daqueles em que você está?

Eu gosto de "Bright". Algumas pessoas não gostaram de "Bright" eu adorei. Eu gosto desse filme pelas suas analogias descaradamente óbvias.

25. Melhor comédia romântica clássica?

"De Repente 30". Eu voltei a assistí-la no voo para cá.

26. Qual o melhor conselho que alguém já lhe deu?

"Anime-se, você é pior do que pensa." Se algum dia eu sinto que estou fazendo tudo errado, tomando as piores decisões ou apenas me inferiorizando — se estou sendo autodepreciativo —, apenas penso: "Anime-se, cara, você é muito pior do que pensa." Isso me faz rir. Isso muda o rumo dos meus pensamentos. O segundo melhor é: "Respire".

27. Por fim, como você se sente sobre esses últimos dois filmes que lançou?

Eles têm essa mensagem de: "Não deixe a sociedade definir a beleza. Não deixe a sociedade definir o que você considera importante em seu coração". E em "Para Todos os Garotos que Já Amei", a mensagem é a de não ter medo de amar: não tenha medo de amar em primeiro lugar, não tenha medo de amar novamente. Pessoalmente, acredito que, se você ama alguém, tem o seu coração partido e é capaz de aprender a amar outra pessoa tão profundamente quanto antes, então essa é a maior lição que podemos aprender neste planeta.

Taylor Miller/BuzzFeed

Publicidade