27 coisas nas quais os vegetarianos acabam ficando craques

Para qualquer pessoa que comemora o “Dia do Leve a Sua Caixa de Hambúrguer Vegetariano para o Churrasco”.

1. Brincar de “Onde está Wally?” ao procurar carne escondida em saladas de macarrão.

Flickr / Creative Commons / photophnatic / Via Flickr: 70098064@N00

Você é praticamente uma Annie Oakley quando se trata de detectar pedacinhos de bacon em saladas de batata a cinco quilômetros de distância.

2. Interrogar os garçons (de maneira simpática).

Publicidade

3. Trazer seus próprios hambúrgueres vegetarianos para o churrasco do seu amigo.

{enfia casualmente o hambúrguer Mr. Veggy na grelha, o mais longe dos outros hambúrgueres que for possível}

4. Viver só de produtos Amy's nos EUA.

Dica profissa: os burritos são excelentes como comida de bêbado!

Publicidade

5. Fazer sanduíches daora.

Você já é praticamente formado pelo Le Cordon Queijo Quente.

6. Comer MUITO macarrão nos restaurantes.

#pratovegetarianobásico

Publicidade

7. Ler a lista de ingredientes dos rótulos como um ninja.

TÔ DE OLHO EM VOCÊ, RENINA.

8. Ignorar pessoas que dizem coisas como: “O Hitler era vegetariano, então eu não posso confiar em você”.

Publicidade

9. “Então, você não comeria um hambúrguer nem por um milhão de dólares?”

10. “Você pode comer passatempo, aqueles com desenhos de animais? Ha ha!”

Publicidade

11. “Mas como você consegue a quantidade suficiente de pr-”

12. Ser a única pessoa que responde aos convites que perguntam se alguém tem alguma restrição alimentar.

Oi, eu sou um pé no saco! Desculpe.

Publicidade

13. Comer antes de ir a um casamento.

Flickr / Creative Commons / Via Flickr: 34128007@N04

Porque o jantar provavelmente será algo como isso e quando você toma quatro taças de champanhe de estômago vazio, coisas ruins acontecem.

14. Sair a encontros românticos com pessoas que acabam dizendo que veem como um desafio “te dobrar” e te convencer a comer carne.

Publicidade

15. Trazer seu próprio almoço para o trabalho, porque o fast food não tem praticamente nenhuma opção para você.

16. Evitar caldo de galinha.

E caldo de carne (sopa francesa de cebola). E caldo de peixe (a maioria dos miojos).

Publicidade

17. Sentir-se menos culpado quando um anfitrião faz uma comida vegetariana especial separada para você.

Não! Não esquenta! Eu trago a minha própria comida! Por favor, não se preocupe com isso! — OK, isso bem que parece delicioso e todo mundo vai comer também.

18. Montar um prato meigo de acompanhamentos no Natal e nas festas.

Mmmm!

Publicidade

19. Certificar-se de perguntar se o hambúrguer vegetariano do restaurante é caseiro.

Uma vez que você pagou R$32,99 por um lamentável hambúrguer pré-fabricado e um pão, você nunca mais vai cometer o mesmo erro.

20. Lidar com lugares em que a opção de salada é basicamente essa:

Shutterstock / oksana2010 / Via shutterstock.com

É de você mesmo que eu estou falando, McDonald's.

Publicidade

21. Fazer ótimas combinações de lanches.

Homus + palitinho salgado = estou no paraíso?

22. Recusar 75% de promoções de fast-food.

Mesmo que isso doa.

Publicidade

23. Ser sarcástico com pessoas do tipo: “Mas é peixe! Tó, experimente só um pouco!”

24. Ter cuidado para não comer coisas feitas com gelatina.

Marshmallows. :(

Publicidade

25. Trazer para casa uma carga nota 10 da feira.

26. Explicar que isto não é tudo que você come.

Tofu sozinho é bem nojento, para ser sincero.

Publicidade

27. Aproveitar uma vida construída em torno de comidas deliciosas E sem carne!