26 coisas que todo mundo que viveu em SP nos anos 90 vai morrer de saudade

Mappin, Resumo da Ópera e amor.

1. Ficar horassss naquele Mappin em frente ao Theatro Municipal.

2. Ou fazer umas comprinhas na Mesbla.

Publicidade

3. Voltar com aquela bola do Kiko em que ganhou ao comprar um tênis no DIC.

Mal sabia você que ia aprender inglês e se ligar que a pronuncia do nome é um tanto quanto picante.

4. O maravilhoso Parque da Mônica no Shopping Eldorado.

Publicidade

5. O Eldorado na verdade era o grande centro de entretenimento da cidade com direito a BALADA!

Nesta matéria da Folha de São Paulo dá pra relembrar como eram as baladas da época.

6. A gigantesca Fábbrica 5 que abrigava gays, héteros, coxinhas e alternativos em um só lugar.

Publicidade

E tinha como donos Gugu Liberato e Miguel Falabella.

7. Ouvir uns pôpero como esses na Krypton:

Publicidade

8. Ou ferver muito na Rua Franz Schubert.

Era por lá que ficava a Limelight (que na foto acima é representada pela nova unidade, que reproduz a original), Allure, Arcadia e a Kremlin.

9. Ficar HORAS na fila do Playcenter.

Publicidade

10. E passar muito medo nas "Noites do Terror" do Playcenter.

Divulgação

11. Ir com a turma do colégio ou comemorar aniversário no boliche.

Publicidade

12. Passar na frente do Bingo Imperador (ou qualquer outro) e querer muito entrar.

13. Ser obrigado a ir ao Barateiro fazer compras com a sua mãe.

Tudo bem que ele virou o Compre Bem, mas a vibe era outra.

Publicidade

14. Ou no Cãndia.

15. Que virou o BIG.

E depois foi comprado pelo Carrefour e ficou caro.

Publicidade

16. Ir na feira de malhas, ou na balada ou na pista de patinação do Shopping Matarazzo.

Ele virou Bourbon, mas aquele Mc'Donalds ali ainda existe.

17. Ir no Shopping Artur Alvim, vulgo Coquinho, antes dele ser abandonado.

Publicidade

18. Ir no melhor Mc'Donalds do mundo, o do casarão da Av. Paulista e se sentir muito chique.

19. Curtir os melhores shows do mundo no Olympia.

Publicidade

20. Ou no finado Palace que virou Credicard Hall e depois CityBank Hall até ser demolido :(

21. Curtir aquele cineminha e babar no carpete maravilhoso do Cine Gemini.

Publicidade

22. Ou ver uns filmes alternativos no Cine Arte Lilian Lemmertz.

Que teve seu triste fim contado nesta matéria.

23. Ir nos mega shows na Praça da Paz no Parque Ibirapuera.

Publicidade

24. Ou curtir música boa no Free Jazz.

Quando marcas de bebida e cigarro faziam os melhores eventos.

25. Ficar louco no Mercado Mundo Mix.

Publicidade

26. A Linha Verde que ia só do Paraíso até a Consolação. NÃO, PÉRA, ISSO A GENTE NÃO SENTE SAUDADES.

As estações Clínicas e Ana Rosa foram inauguradas em 1992 e as estações Sumaré e Vila Madalena só em 1998.

Colaborou: Juliana Kataoka, Gabriela Bianco Bianca Pattoli e Thais Orlandi.

Publicidade

Veja também:

23 motivos para nunca visitar São Paulo

63 coisas que só quem cresceu no ABC vai se lembrar

Veja também