24 mal entendidos que fizeram pessoas inocentes parecerem beeem culpadas

"Eu pedi para ele puxar meu vestido para olhar uma marca. Nessa hora, um amigo nosso entrou no cômodo."

Convenhamos: todos nós já nos metemos em situações constrangedoras e difíceis de explicar. Mesmo se você estiver fazendo algo super inofensivo, pode parecer culpado se for pego no flagra.

NBC / Via media.giphy.com

Recentemente, o usuário do Reddit u/smol_boi-_- postou a pergunta: "Quais são suas melhores histórias de 'isso não é o que parece'?" e a thread recebeu um monte de relatos de experiências engraçadas envolvendo mal entendidos. Aqui estão as respostas que mais me fizeram rir:

Publicidade

1. "Eu tive sorte de conseguir uma bolsa de pós-graduação para um curso nos EUA. Antes de ir embora, minha mãe me deu um kit de primeiros socorros, o que achei um pouco estranho, mas não dei bola e guardei com as outras coisas. Depois de mais ou menos uma semana, um dos meus colegas se cortou feio. Fui correndo pegar meu kit. Tentei abrir a embalagem na frente de outros colegas e professores, mas o pacote estava super bem fechado. Quando consegui abrir, dezenas de preservativos caíram por todos os lados."

"Fiquei morrendo de vergonha e comecei a recolher todas as camisinhas enquanto tentava convencer todo mundo de que minha mãe tinha embalado aquele kit para mim, o que foi difícil, já que eu tinha 24 anos na época. Para dar um contexto: minha mãe é parteira e parte do trabalho dela é divulgar métodos contraceptivos nas comunidades. Algumas camisinhas acabaram sendo úteis no final das contas, então, valeu aí, mãe!"

u/BlabbityBlabbity

2. "Quando eu tinha 16 anos, os pais do meu namorado (atual marido) me levaram numa viagem para a praia. Meu sogro fez a gentileza de levar minha mala para o quarto, e eu notei que o rosto dele estava vermelho. Pensei que era só calor. Em seguida, meu namorado apareceu e me disse: 'Meu pai disse que sua bagagem tá vibrando'. Era uma daquelas esponjas elétricas para lavar o rosto que tinha ligado sozinha. O pobre do homem achou que eu tinha levado um vibrador, então fiz meu namorado ir mostrar pros pais dele o que era. Rimos muito."

u/Pharm-Poet

Publicidade

3. "Por ser cozinheiro profissional, é muito comum suar e ficar com a bunda assada. Um jeito bem conhecido de evitar isso é colocando amido de milho nas suas partes. Nós guardávamos uma embalagem no escritório só para esse tipo de situação. Um dia, eu fui colocar maisena nas bolas e, na mesma hora, uma gerente, mulher, entrou no escritório. Olhando do ângulo que ela me viu, era horrível. Eu estava de costas para a porta, mexendo as mãos em movimentos circulares dentro das calças. Ela gritou: 'O que você tá fazendo?! Nós temos câmeras aqui!'. Eu me virei e tentei me explicar, mas ela só respondeu: 'Eu não quero saber'."

u/TheBIFFALLO87

PBS / Via media.giphy.com

Publicidade

4. "Quando eu tinha uns 14 anos, meu irmão e eu ficamos viciados em paintball. Num final de semana, nós estávamos nos preparando para ir jogar na entrada de casa. Ah, tenho que dizer que nós moramos no meio de um milharal, e o milho estava baixo na época, então dava para ver os carros chegando de longe. Enquanto eu arrumava minha arma, vi o carro verde da minha mãe chegando. Decidi ser engraçadinho e conectar meu tanque de CO2 sem a tinta, para parecer que estava atirando. Quando o carro se aproximou, corri para a frente de casa gritando e atirando. A janela se abriu, e uma mulher que eu nunca tinha visto olhou para fora."

"Imagino que ela quisesse pedir informações, mas quando me viu gritando e disparando, ela fechou a janela, gritou e deu o fora dali. Essa foi a primeira e a última vez que vi aquela pobre mulher. Em algum lugar mundo afora, uma mulher que tentou pedir informações no meio do nada ainda acha que foi atacada por um adolescente."

u/Iseman93

5. "Tenho dor no ciático desde os 14 anos. Na escola, descobri que a única maneira de melhorar era se alguém afundasse a mão na minha nádega esquerda, aí o músculo e o nervo relaxavam e a dor diminuía. Uma vez, durante o ensino médio, minha namorada veio me visitar para assistirmos a um filme. Tive uma crise de dor, e ela ofereceu uma massagem na minha bunda para ajudar a aliviar. Deitei no colo dela, de barriga para baixo, enquanto ela apertava a área. Bom, daí meu pai chegou do nada e, no escuro, parecia que minha namorada estava fazendo um fisting no meu ânus. Ele gritou: 'Eita, desculpa!' e saiu correndo. Tive que explicar toda a situação. Ele ainda acha que rolou um fisting. Estou com quase 30 anos."

u/Awitt1992

Publicidade

6. "Uma vez, eu estava voltando para casa super cansada quando um policial me mandou encostar o carro. Ele fez algumas perguntas e me avisou que eu tinha sangue no rosto. Eu disse: 'Tudo bem, o sangue não é meu!'. Eu sei, não é uma boa ideia dizer isso para policiais. Aí ele pediu para eu abrir a porta de trás, e eu falei: 'Tá, mas não se assuste'. No banco de trás do carro, tinham umas sacolas pretas cheias. Tinha um pouco de sangue também. Quase entrei em apuros, mas mostrei uma caixa com meu Gavião-asa-de-telha, o que foi suficiente para convencê-lo de que eu era falcoeira. As sacolas continham alguns meses de alimentação congelada para minha ave, e o sangue no meu rosto era porque meu falcão gostava de 'fazer carinho' em mim com o bico depois das refeições. O policial tirou fotos comigo e com meu falcão e nos liberou."

u/wolfgirl2345

NBC / Via media.giphy.com

Publicidade

7. "Eu canto mal demais. Há uns três anos, estava cantando uma música no banho, e algum vizinho ligou para a polícia para ver se tinha alguém em perigo na minha casa. Saí do banho e eles estavam me esperando. Eles disseram: 'Os vizinhos estão falando que ouviram gritos'. Eu tive que dizer que era só eu cantando."

u/ferlozs

8. "Eu tinha acabado de conhecer os pais da minha namorada e fomos para o quarto assistir Netflix. Bom, a cama quebrou e nós caímos. Ela gritou, então o pai dela entrou correndo no quarto. Ainda lembro do susto enquanto nós estávamos no chão tentando explicar o que tinha acontecido."

u/wintereverywhere

Publicidade

9. "Meu cachorro arrota como um ser humano. Ele faz isso às vezes. Acontece direto de eu estar caminhando com ele e ele arrotar. Sempre começo a me explicar, mas, no final das contas, digo só: 'Esquece'."

u/thepersonimgoingtobe

NBC / Via media.giphy.com

Publicidade

10. "Meu gerente estava trabalhando no escritório no final de semana. Ele tinha eczema severo, então, como não tinha ninguém por perto, ele baixou a calça jeans e ficou mexendo nas coxas. Uma faxineira entrou, olhou pra ele e saiu. Para piorar, na segunda-feira, o gerente dele quis conversar sobre outro assunto sensível, que não tinha nada a ver com o incidente. Ele achou que ia ser demitido!"

u/appocomaster

11. "Eu estava indo para a faculdade, voltando da casa da minha avó. Alguns dias depois, eu tinha uma apresentação do coral, então decidi ensaiar. Coloquei a mão no ouvido para me escutar melhor. Um policial me mandou encostar o carro e ficou surpreso de ver que o meu celular estava no banco de trás. Ele perguntou o que diabos eu estava fazendo e, sem jeito, eu respondi que era para me escutar melhor cantando. Depois de uma longa pausa, eu entrei em pânico e falei: 'Tenta aí!' e comecei a cantar. Ele me liberou só com uma advertência."

u/SynchronizedCalamity

Publicidade

12. "Um amigo meu é dermatologista, então eu pedi para que ele olhasse uma marca de nascença que tenho na lombar. Nós estávamos num churrasco numa área externa e estava chovendo, então entramos no banheiro porque a luz era melhor. Puxei meu vestido e me encostei na pia para não fazer sombra na marca. Nesse momento, outro amigo abriu a porta. Ela fez um barulho esquisito e fechou a porta imediatamente. Levamos algum tempo para entender porque ela se reagiu daquele jeito estranho."

u/Positive-Vase-Flower

NBC / Via media.giphy.com

Publicidade

13. "Eu trabalhava num restaurante. Um dia, estava caminhando logo atrás de uma das garçonetes. Eu usava uma camisa branca, e ela, um batom de cor forte. De repente, ela se deu conta de que tinha esquecido alguma coisa e se virou bruscamente, beijando o colarinho da minha camisa sem querer. A carimbada ficou perfeita, engraçada demais, e eu tive que terminar meu turno com aquela marca. Em geral, eu não teria me importado, mas eu ia encontrar minha família para jantar naquela noite."

u/finkiusmaximus

14. "No ensino médio, eu peguei a van dos meus pais emprestada para levar minha namorada para sair. Nós fomos jantar e, depois, à casa de um amigo para ficar em volta da fogueira. Antes disso, ela trocou de roupa na van, tirou a saia e colocou uma calça de moletom. No dia seguinte, meu pai me chamou para um canto, e eu percebi que ele estava segurando a calcinha dela. Comecei a dizer: 'Não é o que parece', mas ele me cortou e respondeu: 'Eu só quero saber se vocês estão usando proteção' e 'Não se preocupe, não vou contar para a sua mãe'."

u/zcmini

Publicidade

Fox / Via media.giphy.com

15. "Tive que enviar um comprovante de gasto por comprar um boneco inflável para o trabalho. Tipo, não é uma boneca inflável, é uma pessoa inflável. Isso aconteceu muitos anos atrás no serviço de saúde onde eu trabalhava. Nós usávamos nas reuniões para demonstrar como eliminar resíduos de pacientes complexos. Meu chefe tinha senso de humor."

u/Kis_Cica

Publicidade

16. "Um colega de trabalho bateu no meu carro e, em vez de contatar o seguro, disse que ele poderia me pagar em dinheiro. Alguns dias mais tarde, nós nos encontramos no estacionamento de noite para que ele me pagasse. Nesse exato momento, nosso gerente saiu do escritório e caminhou em direção ao seu carro. Ele nos viu e veio perguntar o que diabos estava acontecendo. Parecia muito que estava rolando um esquema de tráfico de drogas."

u/Faduuba

17. "Quando visitei minha cidade natal, passei de carro pela casa onde cresci. Decidi tirar algumas fotos da casa pela nostalgia. Tinham algumas crianças no quintal. Fiquei feliz que a casa ainda estava cheia de crianças. Peguei a câmera, e um homem careca saiu correndo de dentro da casa e começou a gritar comigo por fotografar as crianças, que começaram a chorar. Fui embora rapidinho sem parar para me explicar."

Lifetime / Via media.giphy.com

u/Soft-Problem

Publicidade

18. "Meu pai alugou um carro para mim. Ele não sacava muito de tecnologia (e não era uma opção transferir o dinheiro para a conta dele), então eu sempre pagava em dinheiro. Nos encontrávamos num restaurante, e eu dava o pagamento. Uma vez, eu cheguei no restaurante e precisei ir ao banheiro. Depois de fazer xixi, lavei minhas mães e decidi verificar se eu tinha levado a quantia de dinheiro correta. Enquanto contava os 400 dólares, um cara entrou no banheiro, olhou para mim e saiu correndo! Eu pensei: 'Ah, ele deve ter ficado com vergonha de ter entrado no banheiro errado', mas, depois, ele entrou e passou por mim com uma cara estranha. Daí me dei conta de que eu estava no banheiro masculino contando dinheiro."

u/stargirl3

19. "Uma vez, levei um martelo para o escritório para pendurar um quadro branco. Deixei na mochila do notebook e esqueci de levar para casa. Alguns dias depois, meu chefe veio me perguntar por que eu tinha levado um martelo para o escritório. Sem pensar, peguei a ferramenta de dentro da mochila e entreguei para ele, sem tirar os olhos da tela do computador. Alguns segundos depois, eu me dei conta de que ele ainda estava parado atrás de mim. Me virei, mas ele continuou olhando para o martelo e disse: 'Sério? Você traz um martelo com o notebook? Você é um assassino em série?'"

u/tinkrman

Publicidade

20. "Tive uma namorada no ensino médio que torceu o tornozelo e rompeu um tendão. Eu a ajudava a tirar as calças para dormir, porque ela estava inchada e sentia muita dor. Um dia, ela estava deitada, sem calça, gemendo de dor, e eu na frente dela. A mãe dela entrou no quarto do nada. 15 anos depois, nós somos casados, mas a mãe dela ainda não acredita na história."

u/invisible842

TBS / Via media.giphy.com

Publicidade

21. "Eu quis ajudar uma colega de trabalho e comecei a dar caronas de ida para o escritório todos os dias. Ela estava passando por um divórcio e sem carro por causa do ex. Nós trabalhávamos nos mesmos horários, e a casa dela era perto, então fiquei feliz por ajudar. Enfim, um dia, ela disse que um rato entrou no quarto dela, que ficava em cima da garagem. Eu disse que devia ser fácil de resolver e que poderia dar uma olhada para descobrir por onde o animal entrou. Entrei no quarto dela e comecei a observar o piso. Tirei os óculos e deixei na mesinha de cabeceira ao lado da cama. Encontrei um pequeno buraco e enfiei um pouco de papel para fechar. Disse que foi isso que encontrei e fui embora. Duas horas depois, recebi uma ligação de um amigo dizendo que o ex fez uma visita e encontrou meus óculos ao lado da cama."

"Ela tentou explicar que não tinha acontecido nada e que eu estava procurando um buraco de rato. Ele olhou para ela e disse: 'Sei, imagino qual buraco ele estava procurando."

u/ripmerle

22. "Quando eu tinha 17 anos, um amigo da escola dormiu lá em casa. Nós já podíamos dirigir, então deixei ele em casa tarde da noite, depois dos meus pais irem dormir. Na manhã seguinte, eu fui ao banheiro bem cedinho pelado fazer xixi. Meu pai me viu, então corri para o banheiro e de volta para o quarto. Quando acordei de fato, algumas horas depois, encontrei meu pai sentado à mesa, me esperando. Ele achou que eu e meu amigo fôssemos gays e que ele tinha passado a noite comigo. Ele me disse que teve uma manhã difícil pensando nisso, mas que estava pronto para conversar comigo com calma. Eu tive um ataque de riso e contei a história de verdade. Quase 20 anos depois, fico triste pensando que os pais de outros jovens podem não ter a mente tão aberta em relação à sexualidade dos filhos. Me sinto um pouco mais amado pelo meu pai quando penso nessa história."

u/Typ0r8r

Publicidade

23. "Um dia, meu irmão e a namorada vieram me visitar. Ele foi comprar alguma coisa no mercado, então eu fiquei sozinho com ela. Fui fazer um chá para ela, pois me senti mal por ela ficar parada esperando. Ela ficou do meu lado me observando fazer o chá. Não me dei conta de que ela estava tão perto de mim e, quando me virei para apoiar a chaleira, me assustei e derramei um pouco de água na camiseta dela. Me agachei e tentei limpar antes de começar a queimá-la, mas ela ficou batendo na minha mão e dizendo que não precisava. Em seguida, meu irmão chegou e, do ângulo dele, nossa posição era bem sugestiva. Nós ficamos só nos olhando por um tempinho."

u/RatherishBlessers

NBC / Via media.giphy.com

Publicidade

24. E, por último: "Eu guardava saquinhos ziplock com catnip em cima da estante da minha sala para os gatos não pegarem. Quando fui me mudar, esqueci disso, e os saquinhos caíram quando os homens da mudança mexeram nas prateleiras. Eu ri e disse: 'Ah, isso é só catnip. Os gatos amam'. Eles obviamente não acreditaram na minha história e responderam: 'Não se preocupa, cara. Nós só fazemos a mudança, não somos policiais'. Desde então, sempre fico hesitante em dirigir com os saquinhos de catnip no carro."

u/uglyinchworm

Este post foi traduzido do inglês.

Publicidade

Veja também