20 momentos brilhantes da carreira e da vida do David Bowie

David Robert Jones, um mito mesmo.

O começo de 2021 marca o aniversário da morte de David Bowie – então se você viu o nome dele nos trendings topics e no Instagram esses dias, é por causa disso. Abaixo, nós damos 20 motivos pelos quais esse artista gigante pode e deve ser lembrado sempre.

1. Quando ele foi cantar no Soul Train.

Bowie foi o segundo artista branco a se apresentar no programa dedicado a talentos da música negra (o primeiro foi o Elton Jonh). E, sim, ele está fazendo lip-sync.

Publicidade

2. Quando ele avisou no palco que sua banda, os Spiders From Mars, não ia mais tocar junta. Nunca. Mais.

Imagina você ir no show da sua banda preferida e descobrir que foi o último? Pois é, aconteceu - e realmente, dali pra frente o Bowie partiu pra outra e não teve mais Spiders From Mars.

3. Quando ele cantou "Under Pressure" com a Annie Lennox.

Olha esse público, gente! O dueto foi durante a homenagem ao Freddie Mercury no estádio de Wembley, em abril de 1992. Logo depois de cantar, Bowie se ajoelhou e fez uma prece para Mercury e para todas as vítimas da epidemia de AIDS.

Publicidade

4. Quando ele cantou com o Freddie Mercury.

A versão original da música acima é, claro, o clássico dueto dos dois. Mercury foi provavelmente o mais poderoso vocalista da história do rock. Mas Bowie não fica atrás – como você pode ouvir nessa versão com os vocais isolados dos dois.

5. Quando ele cantou com a Cher no programa de TV dela.

E aqui não teve lip-sync! Eu amo tudo sobre esse vídeo.

Publicidade

6. Quando ele interpretou o Andy Warhol no cinema.

Foi em "Basquiat", filme de 1996.

7. Quando ele casou com a Iman.

O casal mais cool de todos os tempos disse sim numa cerimônia privada em Florença. Eles se conheceram através do cabelereiro dos dois e ficaram juntos até a morte de Bowie, em 2016. Se você entende inglês, aqui tem um vídeo da Iman falando do Bowie (e vice-versa).

Publicidade

8. Quando ele foi um vampiro num filme com a Catherine Deneuve.

Bowie era um ator e tanto. Aqui tem um vídeo com dez de suas melhores performances no cinema.

9. Quando ele andava com o Iggy Pop e o Lou Reed

Mick Rock

Oi, posso ser amiga de vocês? Bowie foi produtor de discos essenciais tanto do Lou Reed ("Transformer") quanto do Iggy Pop ("The Idiot" e "Lust for Life").

Publicidade

10. Quando ele usou quatro looks diferentes no vídeo de “Boys Keep Swinging”, em 1979.

11. Quando ele elogiou a Lorde.

Reprodução

Bowie foi apresentado a Lorde em 2014 e disse que ouvi-la era "como ouvir o futuro". Mais tarde em 2016, Lorde foi uma das artistas convidadas a subir no palco e homenagear Bowie no Brit Awards. É lindo de ver.

Publicidade

12. Quando ele defendeu na TV inglesa o uso de cabelos "longos" para rapazes.

Aos 17 anos.

13. Quando ele pintou o rosto com o raio para a capa de "Alladin Sane".

RCA Records

Criando uma das mais reconhecíveis imagens da história da música, junto com o fotógrafo Brian Duffy, que recentemente fez uma exposição com as outras fotografias da mesma sessão.

Publicidade

14. Quando ele cantou no Muro de Berlim.

Impacto cultural? Meu anjo, o Bowie ajudou a derrubar o Muro de Berlim. Em 1987 Bowie fez uma apresentação histórica, que podia ser vista dos lados leste e oeste da capital alemã, então dividida. Bowie, que viveu em Berlim nos anos 1970 e compôs ali alguns de seus discos mais importantes, disse que foi o show mais emocionante de toda sua carreira. O muro de Berlim foi derrubado pelos berlinenses em 9 de novembro de 1989. O concerto de Bowie e sua inspiração para a queda do muro é até hoje alvo de discussão, como nesse ótimo artigo da Vox (em inglês). Essa versão de "Heroes", em Berlim em 2020, mostra que cantar essa música nessa cidade sempre foi especial pra ele.

15. Quando ele saiu numa foto de cadeia absolutamente chiquérimo.

NY State Dept Police

No estado de Nova Iorque em 1976 por posse de maconha. Eu não sou chique assim nem quando tô arrumada pra festa.

Publicidade

16. Quando ele criticou a MTV por não tocar artistas negros em 1983.

Sim, em 1983 a MTV norte-americana (a brasileira só começou em 1990) se considerava uma "emissora de rock" e tocava apenas artistas brancos. O primeiro artista a quebrar isso foi o Michael Jackson com "Billie Jean". Não demorou muito para estrear o Yo MTV Raps. E o resto é história.

17. Quando ele cantou "Starman" no Top of the Pop em 1972.

A hora que ele dá uma piscadinha pra câmera, socorro...

Publicidade

18. Quando ele foi o Rei dos Duendes em "Labirinto: A Magia do Tempo".

Eu era criança. Eu nunca me recuperei.

19. Quando ele lançou o vídeo de “Where Are We Now?” em 2013.

Depois de quase dez anos sem lançar discos e com uma carreira considerada encerrada pelos fãs e críticos, de repente, numa manhã de janeiro de 2013, o mundo acorda com a notícia de que tinha uma música nova do Bowie. A canção, que fez parte do disco "The Next Day", lançado no mesmo ano, é uma memória dos anos de Bowie em Berlim e já anunciava sua despedida. Não tenho vergonha de contar: eu chorei de soluçar quando ouvi "Where Are We Now" nessa manhã, ainda deitada na cama antes de levantar.

Publicidade

20. Quando ele lançou seu último álbum... e morreu.

"Blackstar" foi lançado em 08 de janeiro de 2016, dois dias antes de Bowie morrer num hospital em Nova Iorque, consequência de um câncer contra o qual lutava há anos – a família nunca deu detalhes. O disco é cheio de referências à morte e tem a participação de músicos com quem Bowie trabalhou, como o produtor Toni Visconti, que em entrevista disse que esse foi o "canto do cisne" planejado por ele. Foi o único álbum de Bowie a entrar no topo do Billboard 200 nos Estados Unidos, e permaneceu na posição do número um nas paradas britânicas por três semanas.