19 confissões maravilhosas sobre o primeiro orgasmo

"No momento em que veio o orgasmo, eu fiquei apavorada achando que tinha feito algo realmente errado e que meus pais saberiam."

Nós pedimos aos membros da Comunidade BuzzFeed que compartilhassem memórias da primeira vez que tiveram um orgasmo — seja por acidente ou de propósito.

Pessoas de todas as idades, gêneros e sexualidades compartilharam suas primeiras vezes desajeitadas, esquisitas e hilárias. Aqui estão apenas algumas de suas respostas:

1. Esta intervenção divina:

NBC / Via giphy.com

Fiz uma grande cirurgia nas costas quando tinha 12 anos que me deixou na cama por quase um mês, então fiquei com minha avó, que fazia parte da igreja local. O grupo de estudo bíblico dela se sentia mal por eu ter que ficar presa na cama, então todos contribuíram e compraram um "mini computador" para mim. Resumindo a história, em um dia eu já estava me masturbando com o pornô que eu encontrei. Eu descobri o clitóris e nunca mais parei. Obrigada, senhoras da igreja!

— 18/Mulher/Bissexual

2. Este conto simples:

Meu primeiro? Eu tinha uns 12 anos, foi tarde. Acariciei minhas bolas, foi ficando mais intenso e aconteceu o indescritível! Eu era um homem.

— 23/Homem/Gay

3. A explosão curiosa:

NBC / Via giphy.com

Quando adolescente eu estava tendo alguns pensamentos relativamente quentes deitada na cama, e pensei: “Está parecendo estranho lá embaixo. O que aconteceria se eu tocasse lá?" Então eu me toquei e imediatamente explodi de alegria. Eu sinceramente não tinha ideia do que aconteceu na primeira vez — na verdade, isso meio que me assustou. Depois que eu me familiarizei com meu corpo e meus orgasmos, foi o paraíso.

— 28/Mulher/Heterossexual

4. O treino prazeroso:

Meu primeiro orgasmo foi, na verdade, durante um treino de basquete quatro anos atrás. No início do treino, tínhamos que correr ao redor da quadra por cerca de 15 minutos. Comecei a sentir uma sensação quente e formigante entre as minhas pernas, então comecei a correr mais rápido porque estava muito bom e eu não queria que a sensação parasse. Eu continuei correndo até que "explodiu". Eu realmente queria gemer, mas é claro que eu tinha que ficar quieta para que minhas companheiras não percebessem o que tinha acontecido. Desde então, eu tenho orgasmos enquanto faço exercícios, mas devo dizer que eles são menos intensos do que os que tenho transando.

— 18/Mulher/Bissexual

5. Este desvio inesperado:

FOX / Via giphy.com

Eu tinha provavelmente cerca de 10 anos e estava deitada tirando uma soneca na parte de trás de um trailer. A vibração das minhas coxas com o movimento do veículo começou a me fazer sentir um sensação realmente agradável, e eu me lembro de mexer o meu corpo junto com ele até que de repente eu tive um orgasmo. Claro, eu não tinha ideia do que tinha acontecido, mas digamos que eu fiquei fã de cochilar durante o passeio de carro desde então.

— 38/Mulher/Bissexual

6. A escalada intensa:

Eu tinha 7 anos e estava subindo em um poste muito alto, e ele ficava roçando no meu clitóris, então, quando eu estava chegando no topo, eu tive um orgasmo clitoriano. Eu estava tremendo muito e quase me mijei de verdade. Eu nunca mais tive um como aquele. Que descanse em paz, orgasmo maravilhoso.

— 16/Mulher/Bissexual

7. A descoberta sozinha em casa:

Eu acho que tinha uns 11 ou 12 anos, e tinha acabado de descobrir a pornografia quando ninguém estava em casa. Eu não tinha ideia do que estava fazendo, mas sentei na frente da TV e comecei a me esfregar. No momento em que veio o orgasmo, eu fiquei apavorada achando que tinha acontecido algo errado, e parei imediatamente. Eu achei que tinha feito algo muito errado e que meus pais saberiam. Mas eu ainda me masturbei depois disso.

— 19/Mulher/Bicuriosa

8. Esta combinação acidental:

Estava lutando com um amigo e, bem... Houve uma fricção involuntária que terminou com uma surpresa nas minhas calças. Eu não tinha ideia do que era gozar até então. Eu também estava perdendo na luta e acho que isso me fez perceber que sempre fui meio submisso.

— 23/Homem/Gay

9. Este desafio amigável:

Alex Blăjan / Unsplash / Via unsplash.com

Quando eu era menor, tinha muitas amigas que já sabiam coisas sobre prazer sexual, para dizer o mínimo. Um dia uma das minhas amigas me desafiou a esfregar minha genitália em dos meus grandes bichos de pelúcia. Eu não fiz isso na frente dela, mas quando ela saiu eu fiquei curiosa e quis tentar. Eu tirei minha calça e minha calcinha, e comecei a me esfregar nos meus maiores bichos de pelúcia. Continuei fazendo isso até sentir aquela sensação estranha, mas incrível. Logo depois, tive aquela sensação de que estava fazendo algo errado. Mas foi muito bom.

— 18/Mulher/Heterossexual

10. A ajudante fanfic:

Quando adolescente, eu estava lendo fanfics sensuais e gostei da sensação que elas me davam. Eventualmente, depois de alguma pesquisa, comecei a me tocar enquanto lia os meus trechos favoritos. Eu realmente achava atraente o romance/sensualidade da situação na história. É superembaraçoso pensar sobre isso agora.

— 18/Mulher/Lésbica

11. A caixa de brinquedo mais valiosa:

HBO / Via youtube.com,

Eu tinha 9, talvez 10 anos. Encontrei um massageador de costas vibratório na minha casa e pensei: "Ei, por que não tentar colocar isso aqui embaixo?" Eu não tinha ideia do que era um orgasmo, mas definitivamente tive um. Eu me lembro de achar isso a coisa mais legal do mundo, como se eu tivesse descoberto algo novo e incrível. Eu escondi aquele massageador na minha caixa de brinquedos (não é um eufemismo), e o usei até a faculdade, até ele finalmente parar de funcionar.

— 24/Mulher/Bissexual

12. Este truque prático da toalha:

Leisuretime70 / Getty Images / Via thinkstockphotos.com

Eu sempre colocava uma toalha meio que enrolada entre as minhas pernas, depois cruzava minha perna esquerda sobre a direita, e a pressão daquilo no meu clitóris me dava um orgasmo. Eu gostava da sensação, mas eu era bem jovem, então não sabia o que estava sentindo. Eu só sabia que gostava e fazia isso quando meus pais não estavam em casa.

— 46/Mulher/Heterossexual

13. Este esquema da revista Marie Claire:

Eu tinha 14 anos e tinha lido muito sobre masturbação na revista "Marie Claire" e sabia que tinha que experimentar. Eu experimentei com apenas os dedos, mas eu não estava fazendo isso no lugar certo, então eu decidi experimentar o método usando o chuveirinho. Quando não havia ninguém em casa, entrei no chuveiro e abri o chuveirinho removível. Coloquei um pé sobre a borda da banheira e abri o fluxo no máximo. Eu meio que apontei lá embaixo e fiquei mexendo até fachar o ponto certo. Isso fazia cócegas e eu continuei segurando lá até sentir uma sensação incrível e aliviadora. Eu fiquei maravilhada! Eu me senti mal com isso pelo resto do dia, mas comecei a fazer isso regularmente (e agora consigo finalmente fazê-lo com os dedos). Por que, sinceramente, o que há de mau nisso?!

— 18/Mulher/Heterossexual

14. Esta descoberta inovadora:

Meu primeiro orgasmo foi me masturbando no chuveiro, eu não sabia o que estava fazendo na época. Surtei quando eu finalmente gozei. Pensei ter descoberto algo antes desconhecido sobre o corpo humano, até que uma simples pesquisa no Google basicamente me ensinou "tudo" sobre sexo, e foi assim que tive "aquela conversa" que meus pais vinham evitando.

— 24/Homem/Gay

15. Este ato feminista:

Tarde da noite, nos meus 14 anos, eu tinha lido muita literatura feminista sobre masturbação e decidi finalmente experimentar enquanto estava meio dormindo. Através da calça grossa do meu pijama de lã e da minha calcinha, me esfreguei até passar do limite, e senti uma sensação tão intensa que mal podia esperar para fazê-lo novamente. Eu ainda achava nojento e ficava nervosa em me tocar sem calcinha, então atingia o orgasmo sempre daquele jeito, e hoje em dia é assim que eu ainda chego ao orgasmo, embora eu ame me tocar totalmente nua.

— 18/Mulher/Possivelmente bi e provavelmente não heterossexual

16. Esta vingança da escova de dentes:

Cylonphoto / Getty Images

Quando eu tinha 12 anos, eu roubei a escova de dentes elétrica do meu irmão como vingança por ele ser malvado comigo. Eu realmente queria deixá-lo bravo, então a coloquei na minha calça e liguei. Vou te contar uma coisa, eu não sabia na época o que eu estava sentindo, mas definitivamente foi memorável. Eu fiquei viciada depois disso, e ele nunca mais encontrou a escova de dentes dele.

— 20/Mulher/Heterossexual

17. Esta descoberta atrasada:

Meu primeiro orgasmo foi sozinha com um vibrador quando eu tinha 20 anos. Eu não sabia nem que as mulheres eram capazes de ter orgasmo até eu chegar à faculdade, e ninguém que eu conheci na minha limitada experiência de namoro jamais pensou no meu próprio prazer, então eu simplesmente assumi que as mulheres não deveriam conseguir nada de prazeroso no sexo. Minha colega de quarto da faculdade me ajudou a escolher meu primeiro vibrador e me deu um breve resumo sobre o que fazer.

— 24/Mulher/Heterossexual

18. Este bate-papo fervoroso:

Cartoon Network / Via reddit.com

Eu tinha 13 anos e estava sozinha em casa. Eu tinha passado o dia inteiro em uma sala de bate-papo on-line secretamente, até que uma garota começou a me enviar mensagens dizendo que queria me "devorar". Eu realmente não sabia o que era masturbação, mas de alguma forma minha mão acabou na minha calça, e eu estava simplesmente esfregando minha mão inteira para todo lado. Finalmente eu gozei, e estou sendo honesta — meu corpo pulsava para cima e para baixo e ficou tremendo por meia hora. Durante o mês seguinte, eu me masturbei todas as tardes.

— 19/Mulher/Gay

19. Este vídeo instrutivo:

Honestamente, eu tive que aprender sobre o meu clitóris (e, consequentemente, como chegar ao orgasmo) através da pornografia. Eu estava me escondendo no meu quarto depois da escola assistindo (acredite) a alguma fita cassete de má qualidade com péssimos atores e cabelos piores ainda, e eu não conseguia entender POR NADA por que aquela garota estava se esfregando na outra daquele jeito. Ainda assim, ambas pareciam saber algo que eu não sabia, então eu decidi tentar. De repente, eu estava vendo estrelas. Foi uma descoberta tão fantástica que acabei me masturbando nos quatro anos seguintes.

— 25/Mulher não-binária registrada como mulher ao nascer/Homossexual

Este post foi traduzido do inglês.

Veja também