14 livros que vão te ajudar a cuidar da sua saúde mental

Afinal, cuidar da saúde mental também é cuidar da saúde física.

O BuzzFeed pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página. Os preços informados e a quantidade disponível condizem com os do momento da publicação deste post.

1. "O Ano Em Que Disse Sim", Shonda Rhimes - R$30,99

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Shonda Rhimes já é um espetáculo por si só ao ser produtora das aclamadas séries "Grey’s Anatomy", "Private Practice", "Scandal" e "How to Get Away with Murder". Porém, tanto trabalho fez com que ela esquecesse de si mesma e se dedicasse totalmente ao que os outros queriam e exigiam. Após uma provocação de sua irmã, Shonda percebeu que precisava retomar a sua vida para si e buscar a sua própria felicidade.

Acompanhar o processo de mudança e transformação da roteirista e produtora é inspirador. A cada mudança de Shonda, você vai se sentir mais motivado a olhar sua própria vida e ver como se tornar uma pessoa melhor. A escrita intimista de Shonda faz com que em vários momentos você sinta que está conversando com a sua melhor amiga, o que torna tudo mais fácil e gostoso.

2. "Alucinadamente Feliz", Jenny Lawson - a partir de R$19,90

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Foi escrevendo sobre a sua vida em seu blog (e no Twitter) que Jenny Lawson atraiu um número grande de seguidores que se identificava com os seus problemas, principalmente com os seus distúrbios mentais. Eles são vários, Jenny é uma depressiva altamente funcional com transtorno de ansiedade grave, depressão clínica moderada, distúrbio de automutilação brando, transtorno de personalidade esquiva e um ocasional transtorno de despersonalização, além de tricotilomania (que é a compulsão em arrancar os cabelos).

Porém, mesmo assim, Jenny decidiu lutar pela vida e para ser feliz. Neste livro, ela fala abertamente sobre seus transtornos mentais e o impacto deles em seu dia a dia e no de pessoas queridas. O maior ensinamento de "Alucinadamente Feliz" é que tudo fica mais fácil quando você conversa sobre essas doenças abertamente. Jenny é uma pessoa extremamente divertida, que já viveu as coisas mais malucas. Por isso a sua escrita é tão leve e engraçada. Mesmo que ela fale sobre um problema grave, vai conseguir um sorriso seu. Sabe por quê? Porque quando a gente se permite sofrer, aprendemos a viver intensamente os momentos de alegria.

3. "O Demônio do Meio Dia", Andrew Solomon - a partir de R$50,00

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

O escritor Andrew Solomon tinha acabado de lançar um livro, algo que ele tanto desejava, quando percebeu que estava depressivo. No livro "O Demônio do Meio-Dia", ele conta o seu processo de descobrir e tratar a doença, mas vai um pouco além: fala da depressão por meio de estudos científicos, dados e depoimentos de testemunhas.

A leitura é densa, mas esclarece com detalhes quais são os impactos da depressão em diversas populações. E mesmo assim, pode trazer conforto para quem compartilha da doença e pode se encontrar quando o livro descreve exatamente o que está vivendo.

4. "Plano B", Sheryl Sandberg e Adam Grant - R$31,90

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Sheryl Sandberg, chefe de operações do Facebook, teve que refazer toda a sua vida após encontrar o seu marido morto no chão de uma sala de ginástica. O processo do luto fez com que ele mergulhasse profundamente em seus sentimentos. Sheryl precisou encontrar uma forma de superar traumas, sejam eles a morte de uma pessoa querida, uma agressão sexual, a perda de um emprego ou a vivência de um desastre natural ou de uma guerra. Com a ajuda de seu amigo, Adam Grant, que é escritor e psicólogo, ela conta a sua história e também traz dados e informações úteis para quem precisa recomeçar a vida e para quem deseja ser um apoio.

5. "A Vida Não Me Assusta", Maya Angelou - a partir de R$120,00

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

"A Vida Não me Assusta" é um pequeno livro de arte para crianças, mas é difícil não se apaixonar por ele mesmo sendo adulto. Publicado originalmente há 25 anos, e até então inédito no Brasil, "A Vida Não me Assusta" reúne os talentos da poeta e ativista Maya Angelou e do artista Jean-Michel Basquiat. Dois artistas com histórias de vida sofridas e infâncias problemáticas, mas que nunca se deixaram intimidar. Este pequeno livro pode te ajudar a reencontrar as suas forças depois de um dia difícil ou quando os problemas parecerem maiores que você.

6. "Pequenas Delicadezas: Conselhos Sobre o Amor e a Vida", Cheryl Strayed - R$27,90

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Por muito tempo Cheryl Strayed deu conselhos, de forma anônima, na coluna "Cara Doçura" ("Dear Sugar", no original), do site Rumpus. Ela respondia a todos para ajudar a entender a essência das aflições pelas quais passavam, e fazia isso como uma pessoa real, sem temer a exposição.

"Pequenas Delicadezas" pode ser um espaço de abrigo e alívio para aqueles que gostam de ler histórias de outras pessoas para se sentirem bem consigo mesmas. Isso tudo fica mais fácil porque a escritora oscila entre a compaixão, o humor e a empatia, mas sem abrir mão de uma honestidade absoluta sobre a sua compreensão da natureza humana.

7. "Atenção Plena - Mindfulness", Danny Penman e‎ Mark Williams - R$36,00

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Se você sofre com ansiedade, já deve ter ouvido o conselho "respira" e se irritado. Porém, por mais simples que seja, aprender a respirar e a controlar suas emoções pode ser muito eficaz em momentos de crise. "Atenção Plena - Mindfulness" apresenta um método, com técnicas cientificamente fundamentadas, que você pode utilizar nos dias difíceis.

O livro apresenta um curso de oito semanas, mas que você pode fazer no seu tempo se desejar, com exercícios e meditações diárias que vão te ajudar a se libertar das pressões cotidianas. Mais do que um livro sobre meditação, os autores Danny Penman e‎ Mark Williams estimulam seus leitores a mergulharem em si mesmos para lidar com os problemas diários, porque só assim vão poder experimentar a sensação de calma, liberdade e contentamento que muitos procuram.

8. "Resgate Emocional", Dzogchen Ponlop Rinpoche - R$36,00

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Quando passamos por um trauma, uma violência ou uma situação extremamente difícil, é muito difícil organizar nossos sentimentos para que não deixemos que as experiências ruins nos dominem. Neste livro, o professor budista Dzogchen Ponlop Rinpoche mostra como você pode se libertar da posição de vítima de suas emoções ao se tornar íntimo delas. Ou seja, como você pode se aproximar daquilo que mais te faz sofrer e trazer um novo significado para a sua vida. Afinal, as emoções tanto podem nos colocar em uma verdadeira montanha-russa - nos levando do êxtase à profunda desilusão e ao desespero - como também trazem cor e significado às nossas vidas.

Então, aprendendo a nos relacionar habilidosamente com nossas emoções, podemos nos beneficiar de sua riqueza e colher sua sabedoria em vez de deixar elas nos controlarem.

9. "Autocompaixão", Kristin Neff - R$35,00

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

As obrigações diárias nos levam a pré-julgamentos e análises rigorosas sobre nós mesmos e os outros. Boa parte delas é cruel e injusta. Em “Autocompaixão: Pare de se torturar e deixe a insegurança para trás”, a professora e escritora Kristin Neff - doutora em Desenvolvimento Humano pela Universidade de Berkeley, na Califórnia - fala sobre a autocompaixão e a necessidade de autoconhecimento como fonte geradora de empatia entre os seres humanos. Kristin mostra o caminho para nos libertarmos dos sentimentos de frustração, culpa e inadequação.

Em seu livro, ela traz como principal mensagem que a compaixão que direcionamos a nós mesmos deve ser a mesma que damos a outras pessoas, e vice-versa. Afinal, trata-se da nossa condição humana compartilhada, imperfeita e frágil.

10. "Manual AntiAutoajuda: Felicidade Para Quem Não Consegue Pensar Positivo", Oliver Burkeman - R$31,59

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Se você não gosta muito de autoajuda, talvez este livro possa te ajudar. No "Manual AntiAutoajuda", Oliver Bukerman se debruça sobre diversas filosofias - populares e eruditas - para mostrar ao leitor que, ao passo que a felicidade obtida pelo pensamento positivo é frágil e fugaz, a visualização negativa pode nos aproximar muito mais do bem-estar tão desejado por todos.

Vivemos em um mundo obcecado pela felicidade, mas ninguém ainda encontrou a fórmula para alcançá-la. Por isso, contrariando a tradição dos livros de autoajuda, em que é comum a mensagem do "pensamento positivo", Oliver mostra como enxergar a felicidade por uma via oposta.

11. "A Redoma de Vidro", Sylvia Plath - R$48,64

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Sylvia Plath, em seu único romance, conseguiu traduzir bem os sentimentos de uma pessoa que passa pela depressão. Esther Greenwood, protagonista de "A Redoma de Vidro", vivia um dos melhores momentos de sua vida entre o trabalho na redação de uma revista feminina e uma intensa vida social.

Lançado semanas antes da morte de Sylvia, o livro é repleto de referências autobiográficas. A narrativa é inspirada nos acontecimentos do verão de 1952, quando Silvia Plath tentou o suicídio e foi internada em uma clínica psiquiátrica.

O livro segue atual porque fala dos dilemas do amadurecimento de mulheres e de como é difícil lidar com uma doença que, apesar do tempo, ainda é tão pouco discutida publicamente.

12. "Pelas Paredes", Marina Abramovic - R$56,18

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Com uma carreira artística incomparável, Marina Abramović supera medo, dor, exaustão e perigo para realizar performances que relacionam os limites do corpo e as possibilidades da mente. Neste livro, Marina resgata suas memórias e faz uma retrospectiva de seus trabalhos. "Pelas Paredes" foi lançado junto a performance que ela fez no MoMA, em 2010, quando completou 50 anos de carreira.

13. "A Virtude da Raiva", Arun Gandhi - R$21,80

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

A raiva geralmente é um sentimento tratado como algo vergonhoso e que devemos inibir. E muitas vezes, ela está ligada à doenças como a depressão, mas isso é pouco falado. Neste livro, escrito por Arun Gandhi, o tema da saúde mental não é o foco, mas sim como podemos usar a raiva e transforma-la em algo bom para a nossa vida. E o principal: como podemos controlá-la para não causarmos mais mal a nós mesmos.

14. "O Poder do Agora", Eckhart Tolle - R$21,80

Reprodução / Amazon / Via amzn.to

Nós passamos a maior parte de nossas vidas pensando no passado e fazendo planos para o futuro. Ignoramos ou negamos o presente e adiamos nossas conquistas para algum dia distante, quando conseguiremos tudo o que desejamos e seremos, finalmente, felizes. Mas, se queremos realmente mudar nossas vidas, precisamos começar neste momento. Essa é mensagem simples, mas transformadora de Eckhart Tolle: viver no agora é o melhor caminho para a felicidade e a iluminação.

Um agradecimento especial aos meus seguidores no Instagram que tanto compartilham comigo sobre saúde mental e que me ajudaram a fazer esta lista. Vocês são perfeitos!