11 formas de celebrar o Mês do Orgulho sem colocar o pé para fora de casa

Não tem como impedir esse arco-íris de brilhar! 🌈

O dia 28 de junho marca 51 anos desde que a Revolta de Stonewall, em 1969, apontou os holofotes americanos à grave falta de direitos LGBTI+. Graças a ativistas como Marsha P. Johnson e Sylvia Rivera, hoje temos o privilégio e a honra de celebrar junho como o Mês do Orgulho, onde pessoas "queer" de todos os lugares podem celebrar tudo que as torna únicas.

New York Daily News Archive / Getty Images

No entanto, com o distanciamento social e as restrições a aglomerações públicas, o Mês do Orgulho de 2020 será um pouco diferente, para dizer o mínimo. Muitas paradas foram canceladas, o que deixou as pessoas se perguntando: "Então... como vou celebrar o Orgulho neste ano?"

RONALDO SCHEMIDT/AFP / Getty Images/Netflix/Austin Allie

Tradução da imagem esquerda: CANCELADO

Tradução da imagem direita: PÂNICO GAY

Publicidade

Não se preocupem, amigos! Aqui vão 11 formas de celebrar o Mês do Orgulho na segurança do seu lar:

Getty Images/Screen Australia/Austin Allie

1. Apoie artistas LGBTI+.

Compre uma obra de arte de um criador LGBTI+ local, especialmente se esse artista também for uma pessoa negra ou deficiente. Você não só estará apoiando artistas "queer", mas também terá uma obra de arte única que, sem dúvida, vez por outra lembrará você de como nossa singularidade deve ser celebrada.

Publicidade

2. Compre e leia livros LGBTI+.

Todos nós sabemos que ler já é incrível; ler conteúdo "queer" é ainda melhor. Confira uma lista de leitura LGBTI+ para encontrar sugestões de livros. Se não puder comprar os livros no momento, há muitos livros LGBTI+ disponíveis como e-books ou audiolivros em uma biblioteca perto de você.

3. Promova mudanças legislativas on-line.

Saul Loeb / Getty Images / Via Flickr

Aprenda mais sobre a legislação LGBTI+ de seu município, estado e país. Existem projetos de lei que você pode apoiar ou combater em casa? Se você se sentir à vontade para isso, contate um deputado ou assine uma petição para apoiar a justiça LGBTI+.

Tradução: respeite a dignidade humana LGBTQ+

Publicidade

4. Participe ou até mesmo organize uma festa virtual do Orgulho.

VH1

Convide seus amigos para uma celebração do Orgulho por chamada de vídeo! Só porque estamos separados, não significa que temos menos para comemorar, não é? Você pode conferir a Parada Global do Orgulho de 2020 aqui, mas existem várias outras opções! Uma simples pesquisa no Google trará muitos resultados.

5. Cuide-se.

Karamo Brown from "Queer Eye" applying lotion to his skin in a bathroom
Karamo Brown from "Queer Eye" applying lotion to his skin in a bathroom

MANTL

Às vezes, o Mês do Orgulho pode gerar emoções complicadas. Nem sempre é uma experiência feliz para todos e, com tudo o que está acontecendo no mundo, é fácil se sentir desanimado e não exatamente orgulhoso. Isso é 100% válido! Não há problema em dar um tempo das redes sociais ou das notícias, e apenas respirar. Cuide-se, não importa se isso significa cuidar de sua pele com um dia de spa em casa, preparar uma refeição ou sobremesa com temática de arco-íris, fazer exercícios divertidos, conversar com um terapeuta ou até mesmo fazer ioga trans-inclusiva.

Publicidade

6. Faça uma festa de dança solo.

Faça como a Robyn e dance sozinho! Crie uma lista de reprodução com todas as suas músicas preferidas, conecte seus alto-falantes mais potentes e dance a noite toda! Se você mora com um colega de quarto, sua família, um parceiro ou até mesmo seus animais de estimação, não deixe de convidá-los para dançar com você! E lembre-se: não há necessidade de esvaziar a pista de dança quando ela é sua sala de estar!

7. Apoie seus amigos e parentes que não saíram do armário.

Email from the film, "Love, Simon" in which Simon is reaching out to a fellow gay student who isn't out
Email from the film, "Love, Simon" in which Simon is reaching out to a fellow gay student who isn't out

Fox 2000 Pictures

Para pessoas que não se assumiram, o Mês do Orgulho pode ser um momento confuso. Uma ótima maneira de celebrar o Orgulho é garantir que todos se sintam seguros, confortáveis ​​e incluídos. Mesmo um pequeno gesto como enviar uma mensagem bem pensada pode fazer toda a diferença. Nunca subestime o poder de se fazer presente.

Publicidade

8. Doe, doe, doe.

VH1

Para os que podem, doar para causas LGBTI+ é uma ótima forma de celebrar não só o Mês do Orgulho, mas também de ajudar quem precisa. Existem várias organizações dedicadas a ajudar indivíduos trans negros afetados por crimes de ódio e violência policial. Agora, é mais importante do que nunca ajudar e proteger essa parte da comunidade.

9. Organize uma noite de cinema no seu sofá com temática do Orgulho.

The cover art for the documentary, "Paris is Burning," featuring a trans woman smoking a cigarette in an elegant gown
The cover art for the documentary, "Paris is Burning," featuring a trans woman smoking a cigarette in an elegant gown

Off-White Productions

Existem vários filmes LGBTI+ excelentes, que vão de documentários reveladores a dramas intensos e comédias agradáveis. Fazer uma noite de cinema com seus amigos usando o Netflix Party ou qualquer outro serviço de streaming em grupo seria uma ótima maneira de passar um tempo de qualidade e celebrar o Orgulho!

Publicidade

10. Eduque-se.

Como Maya Angelou disse: "Tenho um grande respeito pelo passado. Se você não sabe de onde veio, não sabe para onde está indo. " Com toda a purpurina e o brilho das paradas do Orgulho de hoje em dia, pode ser fácil esquecer que o Orgulho começou como uma luta pelos direitos LGBTI+. Como muitos de nós não estudam sobre isso na escola, aprender mais sobre a história "queer" é uma forma incrível de prestar homenagem àqueles que lutaram pelo nosso direito de ser nós mesmos.

Tradução: GAY É BOM

@lgbt_history / Via instagram.com

11. E por último, mas não menos importante, ACOMPANHE shows virtuais de drag queens.

Não perca a ~eleganza extravaganza~ só por causa da Senhorita Rona.

Drag queens do mundo inteiro estão fazendo sua parte para manter a comunidade LGBTI+ entretida com a ajuda das lives! Seguir drag queens locais e ver seus shows virtuais é uma forma incrível de apoiar artistas "queer" e se divertir ao mesmo tempo!

Publicidade

E aí, como você vai celebrar o Mês do Orgulho de 2020? Se você tem outras ideias, compartilhe-as na seção de comentários abaixo! Feliz Mês do Orgulho para todos! 🏳️‍🌈

@zakeno / Via giphy.com

Este post foi traduzido do inglês.

Publicidade

Leia mais

13 filmes e séries da Netflix para assistir no Mês do Orgulho LGBTI+

Escrito por Luiz Guilherme Moura • há um ano

A Nickelodeon tuitou que Bob Esponja é membro da comunidade LGBTI+, mas a gente já sabia

Escrito por Terry Carter Jr. • há um ano

Aqui estão 45 casais formados por pessoas LGBTI+ famosas

Escrito por Matt Stopera • há um ano

Quão gay é a energia que você irradia?

Escrito por Matheus Saad • há um ano

Veja também