10 vezes que a casa caiu para Bolsonaro… só na última semana

Aretuza 🤝 Bolsonaro

Na mira.

Anderson Riedel/PR
Anderson Riedel/PR

Bolsonaro em uma tlea de tv com bordas que parecem uma mira

Jair Messias Bolsonaro (sem partido) já teve semanas mais fáceis. Nos últimos sete dias, o presidente da República se meteu em escândalos quase que diariamente.

Publicidade

1. Inquérito da PF:

Bolsonaro com cara séria em meio a rostos desfocados
Bolsonaro com cara séria em meio a rostos desfocados

Foto Marcos Corrêa/PR

Nesta segunda-feira de meu Deus, o dia começou com o presidente sendo alvo de um inquérito da Polícia Federal. A investigação tem como objetivo descobrir se o líder do Executivo prevaricou, ou seja, foi omisso em benefício próprio.

Publicidade

Publicidade

5. Ataques vagos à urna:

Bolsonaro após votar em uma urna eletrônica
Bolsonaro após votar em uma urna eletrônica

Tânia Regô/Agência Brasil

Com a previsão sobre as urnas, então, Bolsonaro foi a uma plateia sem críticos, no seu cercadinho, para, mais uma vez, desacreditar a urna eletrônica. O desespero foi tanto que, dessa vez, ele reviveu uma fake news de 2018 que já foi desmentida diversas vezes. No meio da frase começou a falar sobre moedas e átomos numa conversa que parou de fazer sentido logo no começo. Virou piada na internet

Publicidade

8. Mesmo fora da política:

Bolsonaro e Hang rindo
Bolsonaro e Hang rindo

Reprodução

As decisões de Bolsonaro, aliás, geraram atrito até com empresários - outro grupo que já o defendeu muito. A motivação da discordância apareceu no relógio: Bolsonaro já deixou claro que não planeja voltar a adotar o sistema… mas tem ouvido reclamações sobre a decisão.

À Folha de S.Paulo, empresários envolvidos com bares, restaurantes e negócios turísticos falaram sobre o descontentamento com a medida. Eles pedem a volta do horário como forma de economizar, frente aos aumentos de tarifas da luz que são resultado da crise hídrica atual. Até Luciano Hang, da Havan, pediu o horário em público.

Publicidade

9. Prisão ao vivo:

Roberto Dias sendo preso
Roberto Dias sendo preso

 Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Antes disso, na quarta (7), outro movimento mostrou que a CPI pode estar chegando ao presidente e seus defensores. A prisão de Roberto Dias, transmitida ao vivo, escancarou que os aliados de Bolsonaro não estão imunes aos outros poderes. Dias, vale lembrar, havia sido exonerado há uma semana do cargo de Diretor de Logística do Ministério da Saúde de Bolsonaro.

10. Afastamento de aliado:

Daniel Silveira sendo exibido no telão da câmara
Daniel Silveira sendo exibido no telão da câmara

Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Outro fiel aliado do presidente não recebeu o tratamento especial. O Conselho de Ética da Câmara votou a favor da suspensão por seis meses do mandato de Daniel Silveira. O deputado bolsonarista está sendo julgado por ter divulgado vídeos com ameaças ao STF, e incentivando à ditadura militar. Posturas nada estranhas ao presidente e sua base apoiadora. O julgamento pode ser lido como um enfraquecimento da imunidade bolsonarista dentro dos poderes.

Antes disso, na segunda-feira passada, Daniel havia pedido asilo para quatro embaixadas. Foi negado em todas. Mais um sinal de que o Bolsonarismo não está sendo visto com bons olhos fora internacionalmente.

Publicidade

Veja também