10 reis e rainhas coroados pelo BuzzFeed Vozes

Selecionamos 10 personalidades que enchem de preto nossas vidas.

Na semana da Consciência Negra, o BuzzFeed Vozes, selo de diversidade com pessoas negras do BuzzFeed Brasil, conta três histórias de reis e rainhas negras que viveram no Brasil no período escravocrata no projeto "Sangue Azul", com a parceria do Blue Nota e do pesquisador Ale Santos (@savagefiction).

Para marcar o lançamento, separamos 10 "reis e rainhas" negros da atualidade. Se você tiver mais dicas aí pra gente, vai lá nos comentários!

Conceição Evaristo

Maria da Conceição Evaristo de Brito é uma escritora mineira, nascida em 1949, e que fez sua carreira no Rio de Janeiro, pra onde se mudou ainda criança. Entre suas obras estão: "Insubmissas lágrimas de mulheres", "Poemas da recordação e outros movimentos" e "Becos da Memória". Conceição Evaristo é uma das principais figuras negras na literatura brasileira.

Elza Soares

Elza Gomes da Conceição é uma cantora e compositora carioca, nascida em 1930, e dona de uma das maiores vozes da música brasileira. Autora de mais de 30 álbuns, Elza é reconhecida internacionalmente, sendo eleita pela rádio BBC cantora brasileira do último milênio, além de outras quatro indicações ao Grammy Latino. Em 2020, a cantora será homenageada pela escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel com o enredo "Elza Deusa Soares".

Iza

Isabela Cristina Correia de Lima e Lima é uma das grandes revelações da música brasileira. Nascida em 1990, a carioca Iza é formada em Publicidade e Propaganda pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), mas é destaque na música desde 2015, quando decidiu criar um canal no YouTube para cantar. Entre seus sucessos estão: "Brisa", "Meu Talismã" e "Dona de Mim".

Kond

Konrad Cunha Dantas é uma das principais figuras do audiovisual brasileiro. Nascido no Guarujá, litoral de São Paulo, em 1988, Kond é o idealizador da KondZilla, que nasceu como uma produtora de videoclipes de funk e se tornou o maior canal brasileiro no YouTube, além de produtora de música e conteúdo.

Lázaro Ramos

Luís Lázaro Sacramento Ramos é um artista completo. Diretor, ator, roteirista... a lista do que ele é capaz de fazer é gigante. Começou a estudar teatro no Bando de Teatro Olodum, em Salvador. O ano era 2007 e ele foi indicado ao Emmy de melhor ator com o personagem "Foguinho" na novela "Cobras & Lagartos”. Lázaro soma mais de 40 prêmios como melhor ator, entre nacionais e internacionais, tá? Ele forma um casal (TUDO) com a atriz Taís Araújo e pai da Maria Antônia e João Vicente.

Maju

Maria Júlia Coutinho Portes, conhecida por Maju, é jornalista, apresentadora, radialista e repórter. Formada pela Faculdade Cásper Líbero, ela passou pelo Jornal da Cultura, Cultura Meio-Dia, até que em 2007 foi para Rede Globo trabalhar como repórter. Maju se tornou queridíssima após apresentar a meteorologia ao vivo no Jornal Nacional de forma descontraída. Maju foi a primeira mulher negra a fazer parte do elenco fixo do Jornal Nacional.

Mestre Moa

Romualdo Rosário da Costa, ou Moa do Katendê, como é conhecido, foi um compositor, percussionista, artesão, educador e mestre de capoeira brasileiro (considerado UM DOS MAIORES!). Moa começou a praticar com oito anos de idade no terreiro de sua tia, o Ilê Axé Omin Bain. Fundou o Afoxé, um cortejo de rua que saía durante o carnaval e foi campeão do Festival da Canção do bloco Ilê Aiyê. Mestre Moa defendia um processo de “reafricanização” da juventude baiana e do carnaval. Em 2018, durante as eleições, ele foi assassinado com doze facadas. Após sua partida, foi produzido o documentário "Quem vai quebrar a máquina do mal?", sob direção de Carlos Pronzato.

Péricles

Péricles Aparecido Fonseca de Faria foi vocalista do grupo Exaltasamba (saudades Exalta) desde o início até o final de 2012, quando o grupo acabou. Foram 18 álbuns entre CDs e DVDs publicados. Ah, e ele não tem o apelido de "Rei da Voz" a toa, viu.

Roger Machado

Roger Machado Marques é um dos poucos negros a trabalhar como técnico na elite do futebol brasileiro. Atualmente, ele trabalha no Bahia e se destaca pela luta contra o racismo no esporte mais querido do país.

Rico Dalassam

Jefferson Ricardo da Silva, ou melhor, Rico Dalassam, está entre os principais artistas do rap nacional. Por onde passa, Rico faz questão de levar a bandeira LGBTI+ (onde ele está representado entre os gays).

PROJETO SANGUE AZUL

O BuzzFeed Vozes convidou o pesquisador Ale Santos, em parceria com o Blue Note de São Paulo, pra contar três histórias de realezas para comemorar a semana da Consciência Negra. Aqui estão os três episódios:

Zacimba, a rainha que usou veneno para libertar escravos.

Chico Rei, o monarca que usou o sistema em favor dos negros.

Manoel Congo e Marianna Crioula, um casal símbolo de resistência.