10 fetiches que provam que não existe apenas uma maneira de fazer sexo

O livro "Deviant Desires" explora as vastas e complexas facetas da sexualidade humana.

Katherine Gates

Em seu novo livro, "Deviant Desires: A Tour of the Erotic Edge" (Desejos Transgressores: Uma Tour Pelo Limite Erótico, em tradução livre), a pesquisadora Katharine Gates explora as vastas e complexas facetas da sexualidade humana. Aqui, Gates conversa com o BuzzFeed sobre seu novo livro e compartilha seu conhecimento sobre a psicologia por trás de alguns fetiches bem curiosos. Aviso: Imagens explícitas.

1. Pés e suas variações.

Ron H.

As pessoas sempre me perguntam, qual é o fetiche mais comum? A resposta é, definitivamente, pés. Na verdade, a adoração por pés é tão comum que provavelmente não deveríamos considerá-la um "fetiche". Provavelmente fomos criados para reagir sexualmente aos pés — afinal, eles têm as mesmas glândulas sudoríparas apócrinas que você encontra perto dos seios e órgãos genitais. Os hormônios dessas glândulas quase certamente desencadearam uma resposta sexual em nossos ancestrais pré-humanos, mas agora que somos "civilizados", devemos ignorar os pés como objetos de atenção erótica.

No mundo dos fetiches, os pés podem se tornar protagonistas de enredos eróticos complexos. Um deles é o "gas pedal pumping" (pressionando o pedal, em tradução livre) — os admiradores desse fetiche gostam de ver seus parceiros pressionando o pedal do acelerador de um carro de maneira a simular relações sexuais. A maioria dos praticantes desse fetiche tem um tipo preferido de calçado e marca de carro. Alguns querem que o cenário esteja repleto de ansiedade, como, por exemplo, um carro que não quer ligar. Outros querem que seu parceiro demonstre total domínio sobre carros esportivos. Alguns preferem ver a pessoa pisando bruscamente em freios que não funcionam para conseguirem drama e perigo que aumentem a excitação.

2. Fantasias de cavalo e outros animais.

Pangur

O "ponyplay" (se fantasiar de cavalo, em tradução livre) é uma variação do BDSM em que um parceiro assume o papel de cavalo, e o outro assume o papel do treinador. Existem poucas regras nesse fetiche, mas no geral, o cavalo não pode falar ou usar as mãos. Geralmente, o cavalo humano é tratado como um animal de estimação, e a encenação pode envolver adereços e atividades equestres "reais", como selas, freios, exibição, montaria, passeios de carroça, etc. Mas isso NÃO é bestialidade! Para o cavalo humano, a excitação vem da sensação de liberdade em se tornar outra coisa, algo livre para ser sensual, brincalhão e carinhoso.

Fetiches relacionadas: "puppyplay" (se fantasiar de cachorro), "piggyplay" (se fantasiar de porco), etc.

3. Balões.

Buster Steve; right: Mark McQueen/Baroness.com

Os balões combinam a sensação e o cheiro do látex com a excitação pelo aumento de tamanho do balão e o medo de explosões. Os admiradores de balões podem gostar de ver seus parceiros enchendo os balões com a boca ou podem querer estourá-los de diferentes maneiras, usando outros fetiches, como cigarros ou pés. Para interação entre os parceiros, um deles pode ficar quicando em cima de balões enormes.

Fetiche principal: Látex

Fetiches relacionados: Roupas infláveis

4. Macrofilia.

Left: Ron H., Right: Jitenshasw.deviantart.com

Os "macrófilos" gostam de fantasiar com discrepâncias enormes de tamanho entre parceiros. Um pode ser uma mulher de 15 metros, e o outro um homem de tamanho normal. Um pode ser um homem de tamanho normal, e o outro uma mulher muito pequena. O pequeno pode estar à mercê de um gigante cruel ou bondoso que o mantém como um animal de estimação ou o tortura impiedosamente com os pés, ou o gigante pode tentar engoli-lo com sua boca ou bunda enorme. É uma maneira criativa de criar uma fantasia de poder extremo.

Fetiche principal: Às vezes os pés, às vezes a boca.

5. Pisar e esmagar.

Queen Adrena

Estas são variações extremas de fetiches com os pés, em que o fetichista quer ser esmagado com o peso dos pés do parceiro, o chamado "crush freak". Neste caso, o erotismo se desenrola quando uma criatura desamparada, como um inseto ou um verme, assume o lugar do apaixonado por pés. Essa criatura é torturada e pisoteada, enquanto se imagina explodindo de orgasmo com a pressão.

6. "Wet and Messy".

Left: Sludgemaster, Right: Splosh!

O "Wet and Messy" (molhado e bagunçado, em tradução livre) abrange todos os tipos de fantasias que envolvem substâncias líquidas e viscosas sendo derramadas sobre o corpo. Em geral, não estamos falando de fluidos corporais (isso é outro tipo de fetiche), mas de substâncias comuns, como lama, comida ou cremes. Os "sploshers" (praticantes desse fetiche) muitas vezes preferem estar vestidos para praticar o fetiche, pois "arruinar" um bom par de sapatos ou uma bela roupa intensifica a sensação de abandono e liberdade dos tabus sociais. Existem subcategorias do "WAM" para pessoas que preferem lama (mudlarkers) ou água (wetlook).

Fetiche principal: Substâncias viscosas.

Fetiches relacionados: Areia movediça, comida.

7. Fetiche médico.

Alguns admiradores da troca de poder erótico acham os adereços convencionais do "BDSM" muito chatos — chibatas, chicotes e correntes fazem parte de um período histórico distante manchado com a escravidão, por exemplo. Em vez disso, brincam com adereços conhecidos das consultas médicas; objetos como cateteres, enemas, espéculos, agulhas e retratores desafiam os limites do corpo, enquanto você tem a sensação de ser atendido por um profissional muito amoroso.

Fetiche principal: látex, PVC, aço.

Fetiches relacionados: Bebês adultos.

8. Vorarefilia.

Na vorarefilia, um dos parceiros é transformado em um "pedaço de carne" para o prazer mútuo de ambos. As "meatgirls" e os "meatboys" (praticantes desse fetiche) adoram a ideia de ser o centro das atenções, o objeto dos apetites sexuais e orais vorazes do parceiro(a). A dramatização consensual geralmente envolve amarração e, às vezes, brincadeiras com fogo, facas e mordidas. O sexo oral é frequentemente a sobremesa. Embora as fantasias possam ficar bem sombrias, a verdadeira dramatização é geralmente mais descontraída.

Fetiche principal: Pele, boca.

9. Super-heróis amarrados.

soccerbondage

No fetiche com super-heróis, os parceiros usam fantasias de lycra de super-heróis já existentes ou inventados. É uma variação do "BDSM" que utiliza a emoção e os clichês da cultura e do entretenimento populares. A fantasia, ou a transformação em super-herói, é erótica em si, mas a dramatização geralmente envolve o super-herói em situação difícil e amarrado e pode ser combinada com um fetiche "wet and messy" ou de aumento de tamanho. Atualmente, esse fetiche é encontrado principalmente na comunidade gay masculina.

Fetiche principal: Lycra, spandex.

Fetiches relacionados: "Slash fanfic" (fanfic focada nas relações sexuais entre personagens fictícios do mesmo sexo).

10. Fumar.

O fetiche de fumar consiste em ver seus parceiros inalando fumaça de charuto ou cigarro de maneira casual e magistral. Eles gostam de ver as habilidades orais de pessoas que conseguem fazer anéis de fumaça ou a tragada francesa. Parte da excitação vem de observar um parceiro se entregando a um prazer sem se preocupar com as regras sociais. Os "fumantes safados" podem ser safados de outras maneiras também. Charutos e cigarros também podem ser ferramentas para o "BDSM" ou fetiches de humilhação, onde um parceiro sopra fumaça no rosto do outro como uma forma de dominação.

Veja também:

11 coisas que outros países estão fazendo para equilibrar a vida e o trabalho

Esta modelo branca tentou igualar suas dificuldades às de profissionais que enfrentam o racismo

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil no seu celular? Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.

A tradução deste post (original em inglês) foi editada por Victor Nascimento.

Veja também