10 diferenças entre morar sozinho aos 18, 25 e 30 anos

Miojo -> Macarrão com salsicha -> Conchiglione.

1. Visitas:

Aos 18: sua casa NUNCA está vazia.

E muitas vezes ela está lotada mesmo você não estando lá.

Publicidade

Aos 25: já começa a rolar jantarzinho com amigos mais próximos.

Aos 30: nada melhor do que chamar um amigo ou dois pra assistir um filme.

Publicidade

2. Prato típico:

Aos 18: sua dispensa é composta basicamente de miojo.

Publicidade

Aos 25: você dá uma evoluída e passa a dominar a clássica receita do macarrão com salsicha.

Aos 30: você desenvolve habilidades avançadas e faz conchiglione.

Mas ainda precisa jogar no google pra saber como escreve.

Publicidade

3. Refeições:

Aos 18: pedir pizza é o mais próximo que você pode chegar da alta gastronomia.

Publicidade

Aos 25: comida mexicana é sempre uma ótima ideia.

Aos 30: de repente as sua refeições são idênticas a da sua mãe.

Publicidade

4. Bebidas:

Aos 18: cerveja, cerveja, cerveja.

Publicidade

Aos 25: já começa a apreciar um bom vinho.

Aos 30: drinks deixam de ser uma frescura e viram realidade.

Publicidade

5. A cozinha:

Aos 18: o nome dela é caos e o sobrenome completo.

Publicidade

Aos 25: é o principal espaço de convivência da sua casa.

Aos 30: o importante é que ela seja funcional e cada coisa fique em seu lugar.

Publicidade

6. Geladeira:

Aos 18: apenas o estritamente necessário.

E as vezes nem isso.

Publicidade

Aos 25: você começa a valorizar uma geladeira cheia.

Aos 30: ela começa a ficar muito mais verde do que você imaginava.

Publicidade

7. Decoração:

Aos 18: minimalista.

Publicidade

Aos 25: tudo começa a tomar a forma e se organizar.

Aos 30: você já se preocupa em comprar objetos bacanas para sua casa.

Publicidade

8. Sua cama:

Aos 18: um colchão no chão é suficiente.

Publicidade

Aos 25: tudo que importa é que ela seja grande e confortável.

Aos 30: seu sonho é ter muitos travesseiros e uma colcha bacana.

Publicidade

9. Tecnologia.

Aos 18: o máximo que você tem é um roteador.

Publicidade

Aos 25: você começa a valorizar uma maior quantidade de canais.

Aos 30: você sabe o que é Apple TV e quer muito ter na sua casa. Vale também para o home theater.

Publicidade

10. Pegação:

Aos 18: as festas na sua casa sempre rendem bons frutos.

E quanto mais lotadas melhor.

Publicidade

Aos 25: você se torna mais seletivo com quem encontra no Tinder e convida pra sua casa.

Aos 30: pegação na sua casa só depois do terceiro encontro.

Publicidade

Leia também:

7 diferenças entre curtir a balada aos 18, 25 e 30 anos

Publicidade

16 ideias inspiradoras de casas decoradas pelos seus próprios donos

Veja também